QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Antes de tudo precisamos entender que nada sabemos. Então, estaremos conscientes de nossa ignorância e capazes de aprender.” Centenário de J. Herculano Pires

Artigos

Altruísmo e Espiritismo

Enviado em 22 de novembro de 2016 | No programa: Portal do Amanhã | Escrito por Nando Garcia | Publicado por Juliana Chagas

Mão de idoso e de criançaSegundo o pensamento de Auguste Comte, filósofo Francês (1798-1857), altruísmo é tendência ou inclinação de natureza instintiva que incita o ser humano à preocupação com o outro e que, não obstante sua atuação espontânea deve ser aprimorada pela educação positivista, evitando-se assim a ação antagônica dos instintos naturais do egoísmo.

O ismo do altruísmo e do espiritismo são possibilidades de reconhecimento de que precisamos evocar em nosso ser, e acreditar que podemos praticar o bem em torno de nossos passos. No ensinamento universal dos espíritos encontramos instruções, orientações que nos estimulam a caridade, mas sentimentos adversos permeiam nosso caminho e nos fazem pensar na dificuldade que enfrentamos para o desprendimento.

O Egoísmo, um ismo negativo que contraria o Altruísmo, segundo Emmanuel no capítulo 11 do Evangelho Segundo o Espiritismo diz: “Que cada qual, portanto, dedique toda a sua atenção em combatê-lo em si próprio, pois esse monstro devorador de todas as inteligências, esse filho do orgulho, é a fonte de todas as misérias terrenas.”

Nos dias atuais como podemos combater o egoísmo, e nos questionamos: será que teremos que nos tornar verdadeiros heróis da abnegação, será que teremos que abrir mão de toda a nossa vida, tenho que  esperar ter tudo para dividir um pouco com o próximo, e assim muitas questões virão em nossa mente tomando todo o tempo de nossas vidas, e acabamos por não fazer nada, isso porque acreditamos que precisamos construir castelos,  edificando obras vultosas.

Emmanuel nos diz que o combate é íntimo, em si próprio, podemos praticar o bem com simplicidade e a partir de nós mesmos, no Amar o próximo como a “Si” mesmo,  muitas vezes a extensão do bem começa conosco e se faz  a partir de pequenos gestos de encontro consigo mesmo e com o próximo.

E o grande apóstolo Paulo, através da codificação e decodificação  de Allan Kardec no Evangelho Segundo o Espiritismo, nas instruções dos espíritos, capítulo 15 nos assevera:

“Meus filhos, na máxima: Fora da caridade não há salvação, estão contidos os destinos dos homens sobre a terra e no Céu. Sobre a terra, porque, à sombra desse estandarte, eles viverão em paz; e no céu, porque aqueles que a tiverem praticado encontrarão graça diante do Senhor”.

Que possamos ser altruístas nas porções de nossas forças e na medida dos nossos passos.

 

Foto ilustrativa: freepik.com

Deixe seu comentário: