QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Mediunidade é a faculdade humana, natural qual se estabelecem as relações entre homens e espíritos.” Centenário de J. Herculano Pires

Artigos

Aproveite bastante o tempo presente

Enviado em 24 de outubro de 2017 | Escrito por Eliete Ribeiro | Publicado por Rádio Boa Nova

Relógio antigoÉ importante encarar cada período da sua vida da melhor maneira possível. Atualmente, com os pensamentos ansiosos que nutrimos, dia após dia, isto é quase uma tarefa impossível. O mesmo serve para corrida em busca da felicidade.

Sempre ouvimos aquele ditado: “Quando eu conquistar a minha casa própria eu vou ser feliz. Quando eu me casar eu vou ser feliz.

Quando eu mudar de emprego eu vou ser feliz. Quando eu me aposentar”… são sucessivas frases neste sentido.

Porque estamos sempre adiando este dia de ser feliz? O mesmo ocorre com os momentos da nossa vida.

Há poucos dias, encontrei uma moça que sonhava com todas as forças em se tornar mãe. Era um grande desafio em sua vida. Ela tentava anos e anos em vão. Todas as suas tentativas para ter um bebê eram frustradas. Ela fez tratamento por longos anos, e finalmente, eis que ficou grávida. E hoje o seu nenê já está com três meses e frequentando escolinha e com isso já adquiriu a sua primeira gripinha e já foi obrigado a tomar antibiótico. E a mãe me fez um desabafo:

“Nossa como nós sofremos quando eles estão doentes. E me disse: “Não vejo a hora de ele estar do tamanho das suas meninas”.
Então eu disse: “Aproveite cada fase. Pois daqui a pouco você vai sentir saudade desta época”. Disse isto, porque já me queixei muitas e muitas vezes. “Não vejo a hora desta fase passar!” Mas hoje não falo mais isto, porque quero que cada minuto passe bem devagar. Quero curtir cada detalhe desta infância tão linda e passageira, das minhas pequenas.

Muitas vezes, queremos pular etapas na nossa vida, como se aquilo fosse evitar sofrimentos. Por exemplo, no caso de filhos, bem sabemos que só mudam as preocupações. Quando são crianças, ficamos preocupados com a fragilidade, principalmente quando ficam doentinhos. E depois começamos a ficar preocupados com o desenvolvimento na escola, principalmente, quando dão trabalho com relação ao comportamento e até mesmo com as notas. Mais tarde, quando ficam adolescentes, começam a questionar sobre tudo e todos.

Na sequência, começa a namorar, e depois termina, sofre emocionalmente as suas primeiras perdas. Depois alguns se casam, tem filhos e para nós, vem os netos. Tudo é um ciclo. Por isso, é importante aproveitar cada fase da vida, seja com os nossos filhos, com a nossa casa, com o nosso bicho de estimação, com os nossos pais, com os nossos irmãos.

Quem não tem saudade da vida na casa dos pais? Quando a sua mãe acordava cedinho para passar um cafezinho para você e os seus irmãos. Ia na padaria buscar aquele pãozinho quentinho e você tomava aquele cafezinho gostoso e fresquinho e ia para escola, com aquela turma de amigos que gritavam no seu portão e iam todos caminhando para o colégio e voltavam todos juntos na hora do almoço, já preparado e fresquinho, servido à mesa, pela mamãe. E logo à tarde, a única preocupação que tínhamos era sair todos na rua para brincar. Voltávamos só no entardecer, todos cansados e exaustos. Era tudo muito divertido.

Depois cada um passa a ter a sua vida própria. Muda de escola. Começa a trabalhar, comprar as suas coisas, aumentam as responsabilidades, aumentam as contas, as preocupações. Muda o círculo de amizades. Mas tudo tem o seu tempo e valor.
Assim, também deve ser quando estamos no centro espírita. Devemos viver aquele momento, ficar focado e na melhor vibração.

Quase sempre vamos procurar ajuda porque estamos enfrentando dificuldades, mas ficamos com a cabeça em outro planeta. É importante no momento que formos receber este tratamento espiritual, que já começa no momento que adentramos o centro, depois ao ouvir as palestras, ao tomar passe, é imprescindível que fiquemos em paz. Infelizmente, ficamos envolvidos nas energias dos problemas externos e não damos oportunidade para a espiritualidade agir em nossas vidas no tempo presente. E voltamos para casa tão vazios, que acaba não ocorrendo a mudança que almejamos. Aproveite sempre melhor o seu tempo.

“A dor é inevitável. O sofrimento é opcional”. (Tim Hansel)

Deixe seu comentário: