QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“De nada adianta crer, se sua crença não o faz dar sequer um passo na senda do progresso.” Allan Kardec

Artigos

Aproximação da Caverna Secreta: Se aprofundando no Espiritismo

Enviado em 19 de julho de 2017 | No programa: Juventude Maior | Escrito por Julio Sena | Publicado por Rádio Boa Nova

Aproximação da Caverna Secreta

Sim, você já está no meio da Jornada do Espírita.

E se chegou até aqui sabe que é um caminho sem volta!

Mas acalme-se. Os próximos parágrafos vão te estimular a se aprofundar ainda mais no Espiritismo, seja trabalhando no Centro Espírita ou estudando algum tema com mais profundidade.

Na Jornada do Herói, de Joseph Campbell, essa etapa é conhecida como a Aproximação da Caverna Secreta. E como toda etapa, esta guarda suas peculiaridades.

É por isso que neste artigo vou compartilhar com você dicas práticas para mergulhar de cabeça na Doutrina Espírita.

Então continue lendo esse texto e saiba como se preparar para os grandes desafios que estão por vir!

 

Como escolher um trabalho no espiritismo?

É muito comum os centros espíritas receberem novos trabalhadores que estão ainda conhecendo a doutrina. E isso acontece porque nos sentimos estimulados a contribuir para a continuidade do trabalho dos centros.

Por um lado isso é ótimo, pois garante que as atividades serão realizadas. Por outro, inspira cuidado, já que trabalho iniciado e não concluído pode mais atrapalhar do que ajudar.

E é por isso que é tão importante saber como iniciar seu trabalho em prol do Espiritismo. Por isso trouxe 4 dicas para te ajudar a selecionar um trabalho que seja compatível com você (a #3 é infalível!):

 

  1. Conheça suas habilidades: Sim, o autoconhecimento também te ajuda a trabalhar no Espiritismo! Então saiba exatamente quais são as suas capacidades. Você pode ser uma pessoa ótima para ouvir, ou com habilidades financeiras, ou até mesmo alguém que organiza bem os ambientes. Todas essas características são muito próprias de certas atividades dentro de um centro espírita, como o Atendimento Fraterno, a contabilidade e a biblioteca. Fazer uma lista dessas habilidades é um ótimo exercício de autoconhecimento.
  2. Saiba as necessidades do centro: É aqui que você cruza as suas habilidades com aquilo que é necessário no centro espírita. Não adianta você saber mandarim se o centro não recebe chineses! Procure um dirigente e pergunte sobre quais trabalhos a casa dispõe. E também é importante saber o que precisa ser feito para fazer parte destes trabalhos. Algumas atividades podem exigir um preparo prévio, geralmente através de cursos e treinamentos. Sabendo as necessidades do centro fica mais fácil de buscar em qual delas você melhor pode se encaixar.
  3. Escolha aquilo que vai fazer com amor: Imagine-se realizando a tarefa que escolheu. Você se vê fazendo com amor e dedicação? Então ela é pra você! Quando você se conecta emocionalmente com o trabalho, ele fica mais prazeroso. Mesmo que hajam imprevistos, você estará lá de corpo e alma, sabendo o seu real objetivo ao realizar aquela atividade. Trabalhar com amor é a garantia de tranquilidade para sua mente e alegria para a espiritualidade!
  4. Sugira melhorias, sem imposição: Todo trabalho, por melhor que seja, pode entrar em uma rotina desgastante. Então antes que isso aconteça, visualize melhorias. O que pode ser feito de maneira diferente e que trará melhores resultados na sua tarefa? Sugira ao digirente suas ideias. E claro, lembre-se de sugerir, não impor! Uma ideia compartilhada tem muito mais efeito do que uma ideia forçada garganta abaixo. O dirigente e outros trabalhadores podem trazer mais sugestões. Quando as ideias se unem, o trabalho com certeza melhora!

 

É certo querer selecionar um trabalho?

O que te parece pior: (1) Aceitar qualquer trabalho e se dedicar de 10 a 30% ou (2) Selecionar um trabalho alinhado com seus objetivos e se empenhar de 80 a 100%?

Selecionar um trabalho não te faz menosprezar outras tarefas. Isso porque quando você se dedica a algo realmente relevante, seus resultados são muito melhores. E se você traz mais empolgação para o serviço, quem sai ganhando no fim da história é o próprio centro espírita!

E se eu não quiser selecionar um trabalho?

Não há mal nenhum em estar disponível para qualquer tipo de tarefa. O mais importante é saber que você estará 100% a postos para o que for necessário, independente do que seja!

Com certeza haverá um trabalho para você. E se aproveitá-lo com amor, dedicação e comprometimento, será de grande utilidade para o centro espírita.

 

Como estudar um tema com aprofundamento?

Muitas pessoas demonstram grande motivação para se aprofundar ainda mais em estudar temas relacionados ao Espiritismo. Sejam os mecanismos profundos da mediunidade, a relação do Espiritismo com a ciência atual ou mesmo a espiritualidade nos animais.

Se você é uma dessas pessoas, eu preparei 4 dicas que vão te ajudar a mergulhar ainda mais fundo em qualquer tema que queira estudar:

  • Grupos de estudos: Trocar ideias com mais pessoas te ajuda a refletir sobre um determinado tema sob vários pontos de vista. Também te estimula a buscar cada vez mais informações, de forma que possa explicar ao grupo de maneira mais clara suas conclusões.
  • Ensinar te faz aprender: Quando você se coloca à disposição para ensinar algo, mesmo que seja simples, isso te faz estudar ainda mais. Uma pessoa que não domina aquele assunto pode te fazer perguntas que você ainda não havia pensado. E é por isso que ensinar vai te fazer aprender ainda mais!
  • Busque outras referências: Muitos assuntos dentro do Espiritismo tem relação direta com outras ciências, como a Psicologia, Física Quântica e Antropologia. Por isso, uma boa forma de se aprofundar em algum tema é buscar novas referências, dentro e fora do Espiritismo. Quanto mais embasamento você tiver, melhor serão suas reflexões.
  • Estimule sua curiosidade: Manter vivos seus questionamentos, por mais simples que possam parecer, é essencial para descobrir ainda mais sobre algum assunto. Allan Kardec foi um grande curioso quando escreveu as obras básicas do Espiritismo. Siga o exemplo do codificador, questione e busque as respostas para suas dúvidas. Quanto mais curiosidade, mais fundo você vai querer chegar!

 

O grande momento está se aproximando!

Você agora está em um caminho sem volta. Ainda faltam algumas etapas dessa jornada. E você perceberá que ela é cíclica. Ou seja, quando terminar, na verdade uma nova e ainda mais empolgante jornada estará por começar!

Adoraria receber seu comentário sobre este artigo! Se ele foi útil para você, deixe sua mensagem aqui embaixo.

Na próxima semana falaremos sobre a etapa da Provação. E é aqui que as dificuldades se tornam ainda maiores. Mas a recompensa que virá após ela vale a pena!

Se você ainda não leu os artigos anteriores da Jornada do Espírita, clique nos links abaixo para ler:

 

Clique aqui para ler o artigo A Jornada do Espírita

Clique aqui para ler o artigo #1 – O Mundo Comum: A vida antes do Espiritismo

Clique aqui para ler o artigo #2 – Chamado à Aventura: Conhecer o Espiristismo

Clique aqui para ler o artigo #3 – Recusa ao Chamado: Os mistérios do Espiritismo

Clique aqui para ler o artigo #4 – Encontro com o Mentor: O seu guia no Espiritismo

Clique aqui para ler o artigo #5 – Travessia do Primeiro Limiar: Os primeiros passos no Espiritismo

Clique aqui para ler o artigo #6 – Provas Aliados e Inimigos: O desafio de ser espírita

Deixe seu comentário: