QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Em matéria de felicidade só se possui aquela que se dá.” Emmanuel

Artigos

Autorresponsabilize-se pelos atos

Enviado em 18 de maio de 2018 | Escrito por Eliete Ribeiro | Publicado por Rádio Boa Nova

As pessoas acham muito fácil colocar a culpa dos seus fracassos e insucessos no próximo. Porque em seu pensamento fica mais leve não ter responsabilidade por algo que não tenha dado certo. Culpam os outros por terem perdido o emprego, culpam o próximo pelo casamento fracassado, culpam pela má-educação dos filhos.

E quando as pessoas procuram ajuda, mas não tem autoconhecimento, o tratamento tende a não dar certo. É necessário que haja o empenho de ambas as partes, tanto do paciente, como do profissional, que vai auxiliá-lo.

A psicoterapeuta holística Marcia Kolikoviski orienta como isto se dá: “Acho ótimo, muito oportuno falar sobre isto, porque a gente está vivendo uma grande transição no planeta. Nós assistimos muita dor, infelizmente.”

Ela afirma que quando percebemos que temos responsabilidade pela nossa atitude, começamos a transformar o nosso mundo. Percebe-se que muitas vezes, a maioria das vezes, a pessoa vem no consultório porque está passando por um problema muito pontual, ou alguma coisa que se estende há muito tempo, mas que a faz sofrer demais, e aí assim, ou ela está procurando um grande milagre, que o terapeuta vai realizar para ela e geralmente traz esta responsabilidade do outro que trouxe este infortúnio na vida dela. Segundo a psicoterapeuta, o paciente não consegue perceber como o comportamento, a maneira de pensar, as crenças, até a própria cultura familiar levou para o comportamento tal, e adoeceu a energia essencial, então ele não consegue mais se conectar com o coração, não consegue mais ouvir esta voz brilhante do coração, que é a própria essência divina e assim, ela fica desequilibrada.

Reconectar com o coração

A Dra. Marcia esclarece que quando nós temos uma disciplina, uma constância em se olhar e perceber, nós já começamos o trabalho, já começamos esta busca:

“Você olha e consegue ver que você está tendo aquela atitude, aquele comportamento, aquele sentimento, aquela atitude, aquele rancor, alguma coisa que desequilibra. Você já começou esta conexão quando passou a observar -se, então quanto mais a gente tende a se observar e não observar o fora, mas equilíbrio você vai conquistando”.

A psicoterapeuta Dra. Marcia dá dicas para o autoconhecimento:

  • Fique em silêncio cinco minutos por dia;
  • Sente-se quietinha num canto e fique com você e com os seus pensamentos;
  • Seu corpo tem alguma dor, tem alguma tensão?;
  • A sua respiração está muito acelerada, está bloqueada?

Quando é necessário procurar ajuda profissional

“A pessoa sente que ela está infeliz em alguma parte da vida dela, este é o momento de procurar ajuda. Porque esta sensação de infelicidade vai crescendo. Este é o momento de buscar este auxílio”, declarou Kolikoviski. Ela explica o seu método de trabalho: “Procuro dividir em duas partes: a parte do diálogo, que é a psicoterapia, que é propor reações: você já percebeu isto? Você já notou aquilo? Para que a pessoa aprenda a se olhar. E a parte energética, que aplico energia, é como se fosse um reiki, não é exatamente a técnica do reiki, mas é como se fosse. E enquanto a pessoa está em um intervalo entre uma sessão e outra, que pode ser de uma semana, de quinze dias, tem pessoas que só pode vir uma vez por mês, eu dou terapia floral, porque a terapia floral dá um apoio emocional muito profundo, ajuda nestas questões de desequilíbrio, tanto quanto são psíquicos, quanto são espirituais, como quando são emocionais e mentais, ajuda muito a pessoa a se reconectar consigo e manter-se em atenção no seu processo, ligado em si e no seu processo”, concluiu a Dra. Marcia Kolikoviski.

Deixe seu comentário: