QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“A caridade dos Céus é fonte que não se esgota.” Auta de Souza

Artigos

A visão de Emmanuel sobre o “Espírita e a política”

Enviado em 29 de setembro de 2014 | No programa: | Escrito por Jether Jacomini Filho | Publicado por Rádio Boa Nova

O texto abaixo foi abordado no programa Nova Consciência desta segunda-feira, 29 de setembro. Confira a mensagem de Eurípedes de Castro Júnior e a resposta de Emmanuel:

Em 3 de outubro de 1952, meu pai, Eurípedes de Castro, representando a entidade União Evolucionista Cristã, se dirigiu a Pedro Leopoldo, Minas Gerais, com a missão de saber por meio de Chico Xavier a opinião de Emmanuel a respeito da participação dos espíritas na política. 

Naquele tempo, como ainda hoje, havia controvérsias sobre trazer a política profana para dentro das casas espíritas. E é preciso lembrar que esses militantes eram sinceros e idealistas como Bezerra de Menezes, Campos Vergal, Freitas Nobre, Emílio Manso Vieira, Castro Neves e outros que levaram sua vivência para a vida pública.

Resposta de Emmanuel

Meus amigos, muita paz.

Acreditamos que a nossa função, em nos comunicar convosco, será sempre, a de cooperar, num convênio ativo de boa vontade,Chico Xavier com os nossos irmãos encarnados, em favor da vitória do Bem.

Nesse sentido, cabe-nos louvar todas as iniciativas que guardam a felicidade coletiva por meta, uma vez que, colaborando, segundo cremos, na melhoria da unidade individual, em nossa tarefa de esclarecimento evangélico, devemos contribuir no engrandecimento do Todo. 

Assim sendo, embora não seja lícito a nós outros, os Espíritos que vos precedem na grande viagem da verdade, a interferência indébita em vossas realizações na ordem política, em razão do organismo público de administração exigir a livre manifestação do homem de passagem na Crosta da Terra, admitimos que aos espíritas cristãos cabe o direito de participação nos serviços direcionais da vida pública, desde que lhes competem à frente da Doutrina, esclarecendo, pois, que só nos resta exaltar o trabalho do Bem infinito, nos variados setores em que se manifesta, com os nossos sinceros votos pelo triunfo vivo dos nossos companheiros que atualmente se consagram à plantação do Evangelho nos arraiais da política nacional. 

Atentos aos compromissos de cristianização do homem, a partir de nossa própria renovação íntima, sob os padrões de Jesus, pedimos a bênção do Altíssimo para que nós todos, acima de tudo, possamos buscar o nosso dever bem cumprido. 

 

Deixe seu comentário: