QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Mediunidade é a faculdade humana, natural qual se estabelecem as relações entre homens e espíritos.” Centenário de J. Herculano Pires

Artigos

Confira as Dicas da Semana

Enviado em 19 de junho de 2015 | No programa: | Escrito por Vanessa Cavalcanti | Publicado por Juliana Chagas

Saiba qual é a nossa dica de receitamensagem e poesia espíritas.

Anote nosso e-mail e envie seus depoimentos e dicas: ouvinte@radioboanova.com.br

Participe! 

Depoimentos

Silmara Cristina: Essa rádio irradia luz, meu rádio fica ligado 24h porque acredito que meu lar recebe energias positivas com isso. Deixo num som bem agradável, me faz tão bem acordar e ouvir esse som. Agradeço por esse privilégio de Paz!

 

Mara Mara: Eu deixo ligado durante a noite, muito bom acordar com a Rede Boa Nova de Rádio.

 

Geusa Maria de Oliveira: É meu alimento e minha escola de todos os dias.

Receita

Torta de pão de formaTorta de pão de forma ao forno

Ingredientes:

Molho branco

  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 3 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 2 xícaras de leite quente
  • 1 pitada de noz-moscada
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Torta

  • 12 fatias de pão de forma
  • 250 g de queijo gruyére ralado
  • 200 g de presunto fatiado
  • Mostarda Dijon, o quanto baste

Modo de Preparo:

Molho

  1. Derreta a manteiga numa panela pequena em fogo baixo.
  2. Junte a farinha e cozinhe por 2 minutos, mexendo constantemente com uma colher.
  3. Adicione o leite quente aos poucos, sem parar de mexer.
  4. Cozinhe até engrossar e adicione os temperos antes de servir.

Montagem da torta

  1. Preaqueça o forno em temperatura alta (200ºC).
  2. Primeiro toste as fatias de pão com uma torradeira, no forno ou numa frigideira antiaderente.
  3. Faça uma camada com 4 fatias de pão numa forma média untada.
  4. Passe um pouco de mostarda em cada fatia, coloque o presunto e cubra com um pouco de queijo.
  5. Coloque mais uma camada de pão com mostarda e cubra com metade do molho branco.
  6. Coloque o resto do presunto, um pouco mais de queijo e enfim ponha a última camada de pão.
  7. Termine com o resto do molho branco e do queijo ralado por cima do pão.
  8. Leve a torta para assar por uns 10-15 minutos, ou até o queijo derreter. Se o seu forno tiver grill, use para gratinar o queijo antes de retirar a torta do forno e servir.

Fonte: http://allrecipes.com.br/receita/12309/torta-de-p-o-de-forma-ao-forno.aspx?o_is=LV

Mensagem

As 5 tarefas prioritárias de um Grupo Espírita

Duas Mãos unidas

Tempos atrás, conversando com Odilon Fernandes sobre as tarefas que devem ser consideradas prioritárias num Grupo Espírita, sem muita dificuldade, chegamos a um consenso, relacionando 5 delas:

1ª – Evangelização Infantil

2ª – Mocidade

3ª – Estudo Doutrinário

4ª – Assistência Fraterna

5ª – Mediunidade

Depois, entrando a comentar o assunto, travamos o diálogo que, em síntese, nas linhas abaixo, compartilho com vocês.

– Pois é, Odilon, infelizmente, a grande maioria dos Centros Espíritas está invertendo a lista de suas prioridades espirituais, colocando a prática mediúnica em 1º lugar…

– Contudo, não deveria ser assim, Doutor – respondeu-me. – Não que a tarefa da mediunidade não seja importante, todavia, ela está deixando de ser considerada em maior abrangência…

– Como assim?!

– A Evangelização Infantil é uma prática mediúnica das mais legítimas – tanto quanto cuidar da formação dos jovens que precisam estudar a Doutrina!

– Ah, Odilon, você se recorda da “União das Mocidades Espíritas de Uberaba”?! Quantos jovens nós tínhamos lá conosco, naqueles inesquecíveis encontros de sábado à noite, no Centro Espírita “Uberabense”?! Era uma festa! A gente ouvia palestras, corais se apresentavam, poemas eram declamados…

– Claro que me recordo, sim! Sei que muitos seareiros de nossa Doutrina se formaram lá… E, depois, havia aquele sadio congraçamento entre a Juventude e a Madureza Espíritas! Os jovens aprendiam Espiritismo de maneira descontraída…

– Alegre! – enfatizei. – As nossas reuniões eram leves – nada daquele estudo pesado das Obras Básicas, para o qual, muitas vezes, os jovens ainda não estão preparados! Promovíamos viagens, piqueniques – os chamados “convescotes”…

Fiz uma pausa e prossegui:

– Infelizmente, hoje parece que todo mundo só quer se ocupar de mediunidade – é reunião de cura, de psicografia, de desobsessão… A coisa está desandando por aí! Muito difícil contarmos com a colaboração de alguém que se predisponha à tarefa da Evangelização Infantil, ou da coordenação de uma Mocidade…

– E, neste sentido, penso que o senhor tem razão: o nosso Movimento está em crise! A garotada diminuindo nos Centros, os jovens passando à distância…

– Culpa dos pais e dos dirigentes! – sentenciei sem rodeios.

– Eu não chegaria a tanto, Doutor!…

– Mas eu chego, Odilon! Não se preocupe! Chego e assumo a responsabilidade por chegar: nos Centros Espíritas, em geral, está sendo feito um Espiritismo para adultos, e não para crianças e jovens! Depois, quando a criançada cresce, e começa a dar trabalho, não adianta chorar…

– Se a árvore é conhecida pelos frutos, Doutor…

– Nem me queira falar, Odilon, nem me queira falar! – repliquei pesaroso. – Os frutos produzidos haverão de fazer muito má propaganda das árvores que os geraram!…

 

Inácio Ferreira

Poesia

Lembretes

Quem busque felicidade,

Atente nesta lição:

Excesso de liberdade,

Caminho de Escravidão.

A paixão tem dois venenos

Que sempre lhe são fatais:

Entendimento de menos

E reconforto demais.

Sabedoria avançada

Nesta lição das mais nossas:

O que em mim te desagrada,

Corrige em ti como possas.

Fé sem obras – sonho vão,

Mão fechada, vida oca,

Bela conversa vazia

Enclausurada na boca.

Quem nada sofre nem teme

E tão-só de si se agrade,

Parece barco sem leme

Na hora da tempestade.

Chico Xavier pelo espírito de Moisés Eulálio

Livro: Trovas do Outro Mundo

Foto ilustrativa: http://gshow.globo.com/ e http://www.freeimages.com/

Deixe seu comentário: