QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“A caridade dos Céus é fonte que não se esgota.” Auta de Souza

Artigos

Conheça as Dicas da Semana

Enviado em 25 de março de 2016 | No programa: | Escrito por Vanessa Cavalcanti | Publicado por Juliana Chagas

“Seja Você” é a nossa poesia da semana. Conheça abaixo os depoimentos dos ouvintes e outras dicas especiais:

Depoimento

Giovane Costa – Santa Rita do Sapucaí (MG): Ouço a rádio sempre! Vocês nos passam muita luz e sabedoria! Que Deus ilumine sempre vocês! Obrigado e grande abraço!

 

Jadir Borges Teixeira – São Paulo (SP): Parabéns pela excelente programação. Sem dúvida alguma, a Rádio Boa Nova é uma das melhores rádios do Brasil.

Receita

Bolinho de Bacalhau lightbolinho-bacalhau

Ingredientes:

  • 500 g de bacalhau seco
  • 1 cebola picada
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 1 ovo
  • 500 g de batata cozida e amassada
  • 2 colheres de sopa de salsinha picada
  • 1 xícara de chá de farinha de trigo
  • Óleo para untar

Modo de preparo:

Antes de iniciar a receita, deixe o bacalhau de molho na geladeira por 24 horas. Durante este tempo, troque a água no mínimo cinco vezes. Depois, escorra o líquido e desfie. Refogue a cebola no azeite e junte o bacalhau. Mexa por cinco minutos.

Retire do fogo e coloque o bacalhau em um recipiente com a batata, o ovo, a farinha de trigo e a salsinha, misturando todos bem. Unte as mãos com o óleo e modele os bolinhos.

Coloque-os em uma assadeira untada e pincele o óleo na superfície de cada um.

Coloque para assar em forno pré-aquecido à 200 graus por aproximadamente meia hora.

Fonte da receita e foto: http://www.bolsademulher.com/dieta/3988/receita-de-bolinho-de-bacalhau-light

Mensagem

Comecemos

Se desejas integrar a fileira dos redentores do mundo, através da palavra escorreita e dos gestos brilhantes, não te esqueças da caridade ao próximo que se encontra mais próximo de ti.

Não esperes pelos quadros públicos de sofrimento para começar…

Recorda a casa em que nascestes, a oficina em que trabalhas, a instituição de fé religiosa a que te afeiçoas, a rua em transitas…

A caridade é uma bênção que cabe em toda parte e que pode exteriorizar-se do vaso de teu coração incessantemente…

Para teus pais:

– é respeito e carinho.

Para teu esposo:

– é renúncia e bondade.

Para tua companheira:

– é proteção e ternura.

Para teus filhos:

– é auxilio e entendimento.

Para teus irmãos:

– é concurso fraterno em todos os instantes.

Para o teu parente transviado:

– é socorro e cooperação.

Para o teu superior:

– é reverência e boa vontade.

Para o teu subalterno:

– é ajuda e orientação.

Para os associados de ideal ou de crença:

– é solidariedade.

Para o visitante que cultiva a maledicência:

– é tolerância e esclarecimento sem alarde.

Para quem te insulta:

– é o silêncio.

Para quem te persegue:

– é a oração.

Para quem te calunia:

– é o esquecimento.

Para quem não te compreende:

– é amparo maior.

Para quem te despreza:

– é a compaixão que não se queixa.

Para quem te fere:

– é o perdão incondicional.

Para teu amigo:

– é a sinceridade sem afetação.

Para teu adversário:

– é a generosidade sem limites.

Não olvides que a oportunidade de trabalhar é a maior caridade que nós mesmos estamos recebendo do Senhor e, desse modo procuremos ajudar a todos os que nos cercam, facilitando-lhes a tarefa individual.

Não aguardes uma torrente de ouro para exercitar a divina virtude.

Encetemos o sublime trabalho, espalhando a boa palavra e a gentileza fraterna, com aqueles que nos rodeiam de perto.

Ninguém auxiliará aos irmãos de longe, sem devotar-se ao soerguimento dos mais próximos.

Lembra-te, pois, daqueles que o Senhor te confiou na luta de cada dia e comecemos a plantação do amor imortal desde hoje.

 

Pelo Espírito Emmanuel. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Poesia

Seja Você

 

Sombra de Mulher com saco na cabeçaSeja você, meu irmão,

Igual à fonte a jorrar,

Que, correndo pela gleba,

Faz a semente brotar.

 

Seja você feito à luz

De pequena lamparina,

Que, brilhando onde se acende,

A escura noite ilumina.

 

Seja você qual a flor

Que se entreabre em perfume

E transfigura-se em pão

Além do berço de estrume.

 

Seja você, meu irmão,

O gesto de caridade,

Que, em nome de Jesus,

Cobre o mundo de Bondade!…

 

Eurícledes Formiga

 

Foto ilustrativa: freeimages.com

Deixe seu comentário: