QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Um dos aspectos notáveis da evolução espiritual humana é que todos os doentes da alma se tornam médicos por sua vez.” Bezerra de Menezes

Artigos

Domingo de paz em Ibirapuera

Enviado em 27 de outubro de 2016 | No programa: Presença Espírita | Escrito por Divaldo Franco | Publicado por Juliana Chagas

Sombra de mulher sentada em montanhaA necessidade da paz interior na criatura humana faz-se cada vez mais urgente. O vazio existencial devora a cultura contemporânea, atormentando as suas vítimas.

Vemos o desfilar dos sorrisos na máscara do prazer, que já não consegue ocultar os conflitos que convulsionam o indivíduo. O sexismo, o consumismo, o individualismo traíram os seus adeptos que não se encontram realizados, antes, mais aturdidos, ansiosos quanto insatisfeitos.

A falta de objetivos elevados, de sentidos existenciais psicológicos profundos tem sido responsável pelas crises de toda ordem, que se avolumam. O ser das estrelas e das micropartículas perdeu o endereço de si mesmo.

Pensando nas guerras e na violência, criamos o Movimento Você e a Paz há 19 anos, visitando bairros periféricos de Salvador, onde grassam a miséria, a revolta, a violência… Passamos a visitar cidades interioranas da Bahia e fomos mais longe, apresentando-o em Paris, em Londres, em Viena, em Winthertur (Suíça), Bogotá, Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), Lagos, Coimbra (Portugal) e outras cidades.

No último domingo, porém, com o apoio da nobre Instituição Reencontro, realizamos o segundo ano em São Paulo, dessa vez no Parque do Ibirapuera. Com uma programação excelente, foram homenageadas instituições que fazem, pessoas que realizam, entidades que ajudam e oferecemos nosso troféu a nove delas, inclusive à Fundação Roberto Marinho, pelos benefícios prestados à humanidade.

Tivemos presentes entre 8.500 a 9.500 pessoas numa tarde/noite abençoadas pela temperatura amena e pelo interesse de todas em torno do ideal. Representantes de várias religiões estiveram presentes, tais como os da Igreja Católica, do Judaísmo, do Islamismo das doutrinas Afro-brasileiras, do Espiritismo e nós. Todos usamos a palavra estimulando os presentes a construirmos a cultura da paz.

No dia 19 de dezembro próximo, na Praça Dois de Julho, em Salvador, estaremos encerrando o ano com a nossa programação e construindo a paz.

 

Foto ilustrativa: freepik.com

Deixe seu comentário: