QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Antes de tudo precisamos entender que nada sabemos. Então, estaremos conscientes de nossa ignorância e capazes de aprender.” Centenário de J. Herculano Pires

Editorial

A importância do Evangelho no Lar

Enviado em 9 de agosto de 2017 | Publicado por Rádio Boa Nova

O Evangelho no Lar é um reunião fraterna, que tem como objetivo reunir famílias em volta dos ensinamentos de Cristo à luz da doutrina espírita. Este estudo que conta com a assistência dos mentores e benfeitores espirituais permite um grande alcance na limpeza e higienização espiritual do lar.

Ele nos conduz a uma melhor compreensão racional dos ensinamentos de Cristo, além de nos levar a aceitação de tê-los como roteiro seguro para nossas vidas e a superar as dificuldades tanto no lar como fora dele.

Por meio do Evangelho, é possível proteger tanto nossa casa como a vizinhança com as chamadas defesas magnéticas, ou seja, com as energias positivas.

Como e com que frequência realizar o Evangelho no Lar?

É preciso escolher um dia da semana e um horário para fazer o estudo, que dura em média de 20 a 30 minutos. Após a escolha, inicie o estudo do livro “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, com uma prece para harmonizar o ambiente.

Em seguida comece a leitura da obra pela primeira página (prefácio, introdução). Em entrevista ao programa Boletim, da TV Mundo Maior, a comunicadora Maria Izilda Netto, disse que o trecho não precisa ser muito grande.

“Depois da leitura comente o trecho. Não crie polêmicas, caso fique algo para discutir, faça depois do evangelho”, Maria Izilda.

Após os comentários faça uma vibração. Pelo o que? Pode ser pelo planeta, pelas pessoas que estão doentes, familiares, amigos. Nomeie essas pessoas e deseje o melhor para elas e depois faça uma prece final.

Lembre-se: Marque onde terminou o estudo para dar sequência na semana seguinte.

O que fazer quando chegar no final do livro?Segundo Maria Izilda Netto, recomece o estudo, já que é possível entender os capítulos de outra forma.

E as crianças podem participar?

Podem, porque elas incorporam as questões. Existem, muitas famílias que realizam o evangelho semanal e depois fazem com as crianças porque elas pedem.

“Elas começam a entender as leis divinas, além de incorporar a religiosidade e compreender os porques da vida”, Maria Izilda Netto.

Quando o Evangelho penetra o lar, o coração abre mais facilmente a porta ao Mestre Divino, Emmanuel.

 

Por Juliana Chagas 

Jornalista e produtora da Rádio Boa Nova

Deixe seu comentário: