QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Um dos aspectos notáveis da evolução espiritual humana é que todos os doentes da alma se tornam médicos por sua vez.” Bezerra de Menezes

Editorial

Apresentador do programa Alvorada fala sobre o movimento espírita no Brasil

Enviado em 28 de agosto de 2017 | Publicado por Elen Alarça

No mês em que celebrado o Dia Nacional e Internacional da Juventude, o comunicador da Rádio Boa Nova (RBN), Nando Garcia, 58, afirmou que os jovens podem contribuir com a união e o crescimento do espiritismo. Em entrevista por e-mail a RBN, o apresentador do programa Alvorada, exibido de segunda a sexta, às 7h, fez uma análise sobre a atração da emissora e também sobre o que precisa ser melhorado no movimento espírita no Brasil.

Alvorada – A ideia de criar o programa na rádio surgiu com os produtores da emissora espírita. Segundo Garcia, o conteúdo da atração é baseado no espiritismo, na espiritualidade, na psicologia e na qualidade de vida. Ele relata que está feliz com o desenvolvimento do programa, pois o comunicador diz que recebe vários relatos dos ouvintes que são ajudados pela atração.

“Já recebemos cartas e mensagens nos encontros com os ouvintes em eventos. São situações de alívio onde sabemos que as preces que proferimos ajudam de fato as pessoas”.

Análise sobre o movimento espírita – Sobre o movimento espírita no Brasil, Garcia fala sobre a importância do jovem na doutrina. A participação dos jovens é importante para o entendimento da filosofia dos espíritos desde a mais tenra idade. Um exemplo foi Garcia, que conheceu o espiritismo com apenas 19 anos. “Fui numa palestra do tradutor e palestrante espírita, Stig Roland Ibsen (1927 – 1995), no Grupo Espírita Auta de Souza, e nunca mais me afastei da doutrina”. Como os centros espíritas são instituições voltadas para a prática e vivencia do espiritismo, a juventude desempenha um papel importante para o desenvolvimento do país, com suas mudanças constantes.

Garcia exemplifica que o trabalho de divulgação do espiritismo realizado pelo movimento jovem deve ser alinhado também com todas as comunicações conhecidas pelo grande público. “Existem várias frentes, mas acredito se houver mais diálogo entre os espíritas podemos melhorar sua divulgação. Ao melhorarmos a nossa imagem, modernizarmos e entramos mais nas mídias populares. Assim, acredito que haverá uma expansão da doutrina”.

Os desafios de seguir o espiritismo na sociedade atual se compõem, segundo ele, “de levar [a filosofia] mais adiante a aqueles que não compreendem a doutrina, e mais ainda, a aqueles que frequentam nossas casas, para que haja mais harmonia e união”.

Atualmente, a evolução da divulgação dados sobre o espiritismo nos veículos de comunicação já mostra os resultados desta divulgação na qual Garcia se refere. Segundo o segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de pessoas que se declaram espíritas no Brasil passou de 2,3 milhões em 2000 para 3,8 milhões em 2010.

Para finalizar a entrevista, Garcia deixa uma mensagem para os internautas que acessam o portal:

“Sejam bem vindos a esse site! Que encontrem muitas mensagens de paz, luz e amor. Gratidão a todos, e a possibilidade de me comunicar por aqui e até breve!”

 

Leticia Lopes, 26, é jornalista guarulhense formada pela Faculdade Anhanguera e colaboradora da Rádio Boa Nova e TV Mundo Maior. Já assinou matérias em jornais locais e atuou como assessora de comunicação. Nas horas vagas, gosta de ler romances e revistas de jornalismo literário. Não dispensa uma boa pizza e a companhia de amigos. É apaixonada pelo mundo espiritual e por recursos que estimulam o autoconhecimento.

Deixe seu comentário: