QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Mediunidade é a faculdade humana, natural qual se estabelecem as relações entre homens e espíritos.” Centenário de J. Herculano Pires

Editorial

Bullying: cada vez mais presente na sociedade

Enviado em 14 de novembro de 2017 | Publicado por Rádio Boa Nova

Atualmente está cada vez mais comum cenas de desrespeito, humilhação e covardia humana, estas ações são denominadas: bullying. Termo em inglês que é utilizado para descrever tanto atos de violência física como psicológicas, e além disso, que podem intencionais e repetitivas.

O bullying pode ser praticado por um indivíduo ou por um grupo, cujo o objetivo é intimidar ou agredir o outro que é incapaz de se defender, causando danos irreversíveis a quem recebe às ofensas, como por exemplo, dor, sofrimento, angústia e depressão.

A partir disso, podemos citar como exemplo, a prova do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio, que foi realizada nos últimos dois domingos. O que ganhou destaque tanto nas redes sociais, como na mídia, não foi o tema da redação ou então a dificuldade da prova, e sim, o bullying.

Nos últimos anos, já virou tradição um grupo de pessoas se juntar em frente aos locais de prova para tirar sarro daquele candidato que seja atrasado, está ação gera diversos “memes” na internet, neste ano foi criada a #showdosatrados, para mostrar o sofrimento dos estudantes.  Estes grupos tem como objetivo se divertir com a decepção de quem não consegue chegar antes do fechamento dos portões.

Isto mostra que estamos vivendo em um mundo cada vez mais egoísta e cruel, já que essas pessoas não pensam em como podem prejudicar o candidato, por exemplo, ele pode ficar angustiado ou desesperado e não conseguir realizar a prova no ano seguinte.

E ainda, as crianças e os jovens (adolescentes) estão sendo criados diante de um padrão de liberdade excessiva, ou seja, estão cada vez mais sem limites, sem responsabilidade, sem disciplina.

Allan Kardec, na questão 755, de O Livro dos Espíritos, fala sobre a crueldade. Confira:

“Como pode dar-se que no seio da mais adiantada civilização, se encontrem seres às vezes tão cruéis quanto os selvagens?

Resposta: Do mesmo modo que numa árvore carregada de bons frutos se encontram frutos estragados.São, se quiseres, selvagens que da civilização só tem a aparência, lobos extraviados em meio de cordeiros. Espíritos de ordem inferior e muito atrasados podem encarnar entre homens adiantados, na expectativa de também se adiantarem; contudo, se a prova for muito pesada, vai predominar a natureza primitiva.”

Como podemos lidar com o bullying?

No programa Boletim, da TV Mundo Maior, André Marouço, falou de como podemos lidar com situações de constrangimento e humilhação nos dias de hoje. Em primeiro lugar, é preciso levar em consideração o que o espírito em questão aprender em suas últimas encarnações.

“Devemos saber se esse espírito conseguiu perdoar ao longo das suas existências, seguindo aquilo que é tão bem descrito no Pai Nosso: perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos aos nossos ofensores. Desta forma, essa alma não terá grandes problemas ou traumas como caso em questão”, disse Marouço. “O Livro dos Espíritos” esclarece que a finalidade da reencarnação é a “expiação, melhoramento progressivo da humanidade”.

André completou: “No entanto, se o espírito ainda não amadureceu, muito provavelmente, precisará de um tratamento psicológico. Essa alma terá que entender seus dramas e seus medos com o tratamento psicanalítico”.

E ainda, de acordo com o estudioso, é necessário não possuir o sentimento de culpa.

“Não fique se perguntando o que foi que você fez para estar passando por isso. Pense assim: o que posso fazer para seguir adiante sem olhar para trás?”, observa o espírita.

É necessário que os pais fiquem atentos aos comportamentos dos filhos, além de encorajá-los. É válido também procurar ajuda na escola para falar sobre o ocorrido, já que é importante os pais e os professores trabalharem juntos.

Lembre-se que para lidar com as adversidades da vida é preciso ter vontade, fé, serenidade e coragem.

“Só o amor transforma conhecimento em sabedoria”, Joana de Ângelis

Saiba mais sobre o assunto:

Fontes: Rádio Boa Nova | Jornal O Dia | Folha de São Paulo

Deixe seu comentário: