QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“O mundo é a oficina. O corpo é a ferramenta. O dever a executar é a missão a cumprir.” Emmanuel

Editorial

Saiba como se afastar de espíritos obsessores

Enviado em 13 de julho de 2017 | Publicado por Elen Alarça

O grande nome do espiritismo, Allan Kardec, define que existem três tipos de espíritos obsessores: os simples, os fascinados e os subjugados. A obsessão pode ser vivida de várias formas, como de desencarnado para encarnado; que é a mais comum, e de encarnado para desencarnado. Também pode ocorrer entre pessoas viventes e entre os que já passaram para o segundo plano.

Na simples obsessão, geralmente, a pessoa é perturbada por idéias infelizes. Quase todos estão sujeitos a essa energia. Na fascinação, o indivíduo se vê convencido delas, principalmente durante o sono. Já na subjugação, pouco importa o que pensa. O obsessor controla seus movimentos, como um boneco.

Conhecendo os três tipos de obsessores podemos perceber quais podem estar influenciando nossas vidas. Segundo o espírita, Alexandre Caldini, os desencarnados se aproximam de nós de acordo com a afinidade dos nossos pensamentos e palavras. Por exemplo: se você falar mal das pessoas e usar de ironia, maldade, provavelmente, desencarnados desta natureza podem estar próximos de você. Existem outros sinais, como a falta de paciência, irritação, fragilidade emocional, dores, pensamentos impróprios, bocejo em excesso e cansaço físico contínuo.

 

O que fazer?

Gratidão: tenha gratidão pela sua vida. A reclamação e a crítica por motivos fúteis fazem sua alma ficar pesada.

Honrar pai e mãe: mesmo se eles de te fizeram algum mal, você precisa honrar a existência deles. Eles te deram a vida. Entenda que você estará em sintonia com as suas energias por toda uma existência. Saiba honrar quem veio antes de você.

Não julgue: críticas e rótulos são comuns nos dias de hoje. Os erros que as pessoas cometem, nós podemos cometer da mesma forma. Apontar o dedo não será a solução. Busquemos evoluir sempre.

Perdão: Jesus já dizia “bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia”. Zangar-se é um sentimento humano, mas perdoar e superar essas crises é divino e elevará sua alma.

Orai e vigiai: aprenda a rezar com entrega e devoção. Quando você reza de coração aberto e humilde, você se sintoniza com as forças mais elevadas do universo. Vigie os seus pensamentos, esteja em constante vibração com o plano espiritual e não deixe seu pensamento ser sincronizado com energias negativas.

 

Conheça mais sobre o tema no Interpretando a Vida:

Fonte: Luz da serra e Grupo Allan Kardec

Leticia Lopes, 26, é jornalista guarulhense formada pela Faculdade Anhanguera e colaboradora da Rádio Boa Nova e TV Mundo Maior. Já assinou matérias em jornais locais e atuou como assessora de comunicação.

Deixe seu comentário: