QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Antes de tudo precisamos entender que nada sabemos. Então, estaremos conscientes de nossa ignorância e capazes de aprender.” Centenário de J. Herculano Pires

Editorial

Deus condena o uso do álcool?

Enviado em 4 de outubro de 2017 | Publicado por Rádio Boa Nova

A embriaguez contumaz não é saudável para ninguém. Já o consumo moderado é alvo de debates. Nesse contexto, o estudioso do espiritismo na Bíblia e escritor de diversos livros com esta temática, José Reis Chaves, publicou um vídeo na TV Mundo Maior para explicar qual é o consumo adequado de álcool.

Como uma autoridade do assunto, ele aponta trechos na bíblia que desmentem a postura da abstinência completa do álcool. Segundo os textos sagrados, existe uma postura flexível em relação ao consumo da bebida. Em Timóteo (capítulo 5, versículo 23), o apóstolo Paulo diz:

“Não bebas mais água só, mas usa de um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas frequentes enfermidades”.

Chaves frisa que a bíblia e Deus não condenam o consumo do álcool. Ele afirma que nem tudo que o livro sagrado diz podemos atribuir diretamente a Deus. “Inclusive a igreja católica relata hoje que a bíblia é a palavra de Deus escrita por homens. E os homens podem errar, pois não são infalíveis”, disse no vídeo publicado pela emissora espírita.

O estudioso da bíblia e do espiritismo, conclui sua crítica com as seguintes palavras: “Deus não condena o consumo de álcool, desde que seja com parcimônia, com moderação. Ou seja, sem abuso, porque o abuso seria também gula, impróprio para nós”, finalizou.

Em excesso, como o álcool age no nosso corpo?

O alerta do escritor sobre a perda do controle em relação às bebidas se refere à possibilidade de que o consumo se torne vício. Segundo o clínico geral, Arthur Frazão, os efeitos do álcool no organismo humano podem ocorrer em muitas partes do corpo, como fígado ou até mesmo nos músculos ou pele. Ele enumerou alguns sintomas:

Fala arrastada, vômitos, diarreia, azia e queimação no estômago;

Dor de cabeça, dificuldade para respirar, alteração na capacidade de raciocínio;

Blackout alcoólico (falhas de memória em que o indivíduo não se consegue lembrar do que aconteceu enquanto estava sob a influência do álcool);

Perda de reflexos e coma alcoólico.

Para saber mais sobre o assunto, assista:


Fontes: Deus condena o uso do álcool? l Presença Espírita na Bíblia e Tua Saúde.

 

Leticia Lopes, 26, é jornalista guarulhense formada pela Faculdade Anhanguera e colaboradora da Rádio Boa Nova e TV Mundo Maior. Já assinou matérias em jornais locais e atuou como assessora de comunicação. Nas horas vagas, gosta de ler romances e revistas de jornalismo literário. É apaixonada pelo mundo espiritual e por recursos que estimulam o autoconhecimento.

Deixe seu comentário: