QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Um dos aspectos notáveis da evolução espiritual humana é que todos os doentes da alma se tornam médicos por sua vez.” Bezerra de Menezes

Editorial

Perturbação de espíritos desencarnados é o tema do filme ‘Os Outros’

Enviado em 12 de setembro de 2017 | Publicado por Rádio Boa Nova

Hoje vamos dar mais uma dica de filme com temática espírita, “Os Outros”. O longa de suspense do ano de 2001 foi diversas vezes comparado a “Sexto Sentido”, de 1999, pelo fato de tratarem de assuntos parecidos. Ambos relatam a história de pessoas que não sabem que estão desencarnadas.

A trama se refere a história de uma família incomum. As crianças da casa sofriam de uma doença rara que as impediam de ver a luz do sol. A enfermidade era tão devastadora que eles podiam desencarnar se saíssem num dia ensolarado, por exemplo. Por esse motivo, a residência era rodeada de cortinas e, onde quer que eles passassem, deveria estar sem luz.

A matriarca da família, cansada de sofrer, mata os filhos e, em seguida, tira a própria vida. Assim, todos viram espíritos e continuam na casa como se nada tivesse acontecido. Eles não se dão conta de seu desencarne porque sofreram uma morte violenta.

Esse esquecimento acontece porque o espírito se desconecta do corpo aos poucos no momento do desencarne. Quando a morte ocorre de forma abrupta, as equipes socorristas não conseguem iniciar o processo de desligamento, o que dificulta muito o seu processo de partida.

As almas elevadas explicaram este evento nas questões 163 e 164 do “O Livro dos Espíritos”. “Deixando o corpo, a alma tem imediata consciência de si mesma? – Consciência imediata não é o termo: ela fica perturbada por algum tempo”. O segundo questionamento é se os espíritos experimentam, no mesmo grau e pelo mesmo tempo, a perturbação que se segue à separação da alma e do corpo.

A resposta: “Não, pois isso depende da sua elevação. Aquele que já está depurado se reconhece quase imediatamente, porque se desprendeu da matéria durante a vida corpórea, enquanto o homem carnal, cuja consciência não é pura, conserva por muito mais tempo a impressão da matéria”.

No final do filme, alguns empregados da casa (que também estão desencarnados), revelaram para a mãe das crianças que ela estava morta. Mas a matriarca não acredita. No entanto, ela se depara com as lápides dos empregados e se dá conta do seu triste fim. A mulher e seus dois filhos ficam presos na casa, como se eles a defendessem. Se alguém tentar entrar na residência a partir daquele momento, eles reagiriam, assombrando a pessoa… agora de forma consciente.

Clique aqui para conferir outra dica de filme com temática espírita: “Sexto Sentido”. 

Fontes: Proparnaiba e TV Mundo Maior.  

 

Leticia Lopes, 26, é jornalista guarulhense formada pela Faculdade Anhanguera e colaboradora da Rádio Boa Nova e TV Mundo Maior. Já assinou matérias em jornais locais e atuou como assessora de comunicação. Nas horas vagas, gosta de ler romances e revistas de jornalismo literário. Não dispensa uma boa pizza e a companhia dos amigos. É apaixonada pelo mundo espiritual e por recursos que estimulam o autoconhecimento.

 

Deixe seu comentário: