QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Se você está feliz, ore sempre, rogando ao Senhor para que o equilíbrio esteja em seus passos” André Luiz

Estudo_espirita

Obsessão Espiritual – Programa Alvorada

Enviado em 13 de abril de 2018 | Publicado por Rádio Boa Nova

obsessão espiritualObsessão espiritual, para a doutrina espírita este é um assunto muito delicado, que requer atenção. Allan Kardec, em o Livro dos Médiuns, por meio de espíritos superiores, disse que a obsessão tem como característica:

“O domínio que alguns Espíritos exercem sobre certas pessoas. É praticada unicamente por Espíritos inferiores, que procuram dominar, pois os espíritos bons não impõem nenhum constrangimento”.

E ainda, a doutrina espírita nos ensina que a obsessão é uma via de mão dupla e que está relacionada há três fatores, são eles:

  • falta moral ou comportamento social com o bem;
  • distúrbios mentais (desarmonia mental/psíquica);
  • lesões físicas que afetam estruturas ou órgãos relacionadas ao raciocínio, à emoção, etc

Ninguém está livre de ataques energéticos, às vezes parece que quanto mais lutamos contra algo negativo, pior fica. A obsessão espiritual é algo que realmente existe. Muitos quando ouvem a palavra “obsessão” pensam na ideia de que espíritos encarnados perseguem os encarnados, porém,, muitas vezes o espírito desencarnado tem como objetivo proteger a “vítima”

Assédio obsessivo

Muitas vezes esse assédio obsessivo está ligado a diversas questões, por exemplo, quando um colega de trabalho consegue uma promoção, o outro que não consegue crescer acaba criando inveja, rancor, raiva, por isso, não consegue se livrar facilmente dessas ataques obsessivos.

Já aquele que tem compaixão, não tem dificuldade em perdoar, se livrar mais rápido dos obsessores.

Tipos de obsessão

Obsessão de encarnado para encarnado

Obsessão de desencarnado para desencarnado

Obsessão de encarnado para desencarnado

Desencarnado para encarnado

Obsessão recíproca

Auto-obsessão

Graus de obsessão

Obsessão simples

Fascinação

Subjugação

Diante das informações citadas acima, alguns sintomas que estão relacionados com a obsessão espiritual

  • Choro compulsivo e maior sensibilidade

A pessoa sente-se perseguida, chora por tudo (no desabafo com alguém, quando vai dormir, etc), além de pensar que ninguém se importa com ela.

  • Problemas na vida financeira

Há uma frustração com o desemprego, ou até mesmo, com o salário que não dá para fazer nada.

  • Problemas nos relacionamentos

Brigas, traições, desconfianças são sintomas de pessoas que estão sendo obsediadas.

  • Agressividade

Geralmente, a pessoa apresenta impaciência, o desejo de mudar a forma de ser do outro, e ainda, fala várias coisas sem medo de magoar ou ferir o próximo. E ainda, nesses casos a pessoa não tem compaixão, além de achar todos falsos e hipócritas.

E a partir do momento, em que magoa o outro, o agressor cria um vínculo negativo.

  • Fazer-se de vítima e julgar os outros

O obsessor planta ideias, manias, desconfianças em suas vítimas. Com isso, elas (vítimas) só observam os defeitos das pessoas, e por isso, acabam não enxergando nenhum ponto positivo.

Como podemos notar os sintomas?

  • Fique atento a ideias torturantes que fixam em suas mentes;
  • Vontades são dominadas;
  • Desequilíbrio espiritual
  • Inquietação constante

É possível solucionar a obsessão?

Sim, existem saída. Não é preciso ter medo, culpa, desespero. Pense sempre positivo, e ainda, a partir do momento que você aprender a se proteger, nada irá te impedir de ter uma vida saudável e feliz.

E ainda, não se envolva em fofocas, perdoe sempre que possível, não julgue e maltrate ninguém.

Fonte: Mensagem Espírita

 

Por Juliana Chagas 

Jornalista e produtora da Rádio Boa Nova

 

Deixe seu comentário: