QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“A alegria do próximo começa muitas vezes no sorriso que você lhe queira dar.” André Luiz

Estudo_espirita

Quarto assombrado por espíritos inferiores é o tema do filme 1408

Enviado em 10 de outubro de 2017 | Publicado por Rádio Boa Nova

Um romancista está frustrado com sua carreira impopular. Para conseguir mais reconhecimento, ele envereda a produzir obras sobre fenômenos paranormais.

Mike Enslin (John Cusack) vivia visitando hotéis mal assombrados e contava suas experiências nas obras. Até então, ele nunca tinha presenciado nenhuma manifestação espiritual nessas empreitadas.

Incrédulo de que algo de sobrenatural realmente existia, ele resolveu se hospedar no quarto 1408, do hotel Dolphin, em Nova York. Supostamente, ali era um local que era habitado por espíritos inferiores. Mas como Enslin não acreditava em vida após a morte, ele foi sem medo.

O gerente do hotel, Gerald Olin (Samuel L. Jackson), tenta avisá-lo sobre as 56 mortes – entre elas, de causas naturais – que já tinham ocorrido neste quarto.

“Você não entendeu. O que quer que esteja no 1408, não é um fantasma. É um quarto maléfico”, disse Olin. Ele acrescenta que ninguém conseguiu ficar naquele quarto por mais de uma hora. Porém, Enslin está comprometido a conferir se sua fama está condizente com a verdade.

Neste clima tenso, os dois seguem rumo ao quarto, que fica localizado no 13° andar – disfarçado de 14° andar. Isso acontece porque nos Estados Unidos existe uma superstição sobre o número 13, que é raramente usado nos hotéis. Ao entrar no quarto, sozinho, Enslin percebe diversas semelhanças com navios.

São portas levemente inclinadas, quadros tortos, entre outras bizarrices. O menu, por exemplo, aparece em francês e, ao piscar os olhos, volta para o inglês. À princípio, ele pensa que está delirando, mas as manifestações vão ficando cada vez mais fortes até que ele entra em pânico e quer sair daquele quarto de qualquer maneira: vivo ou morto.

Segundo a doutrina espírita, os espíritos da terceira ordem – impuros, levianos, batedores e perturbadores – são responsáveis por essas assombrações. Eles predominam a matéria sobre o espírito. Também possuem uma propensão ao mal. São ignorantes, orgulhosos, egoístas, e todas as más paixões que lhes seguem. Eles têm a intuição de Deus, mas não o compreendem.

Como lidar com maus espíritos 

Não precisamos ter medo dos espíritos, pois um dia nós seremos também. No entanto, como todos nós temos um caso de casa mal-assombrada na família, é preciso saber lidar com essa situação de forma racional. O codificador da doutrina espírita, Allan Kardec, constatou que tais fenômenos são causados por espíritos tentando se comunicar conosco.

Para que os espíritos consigam atuar no meio material é necessário que eles se utilizem da “energia” de um ser material, ou seja, de uma pessoa viva (encarnada). Os médiuns são mais suscetíveis a sentirem a energia dos desencarnados. Este indivíduo poderá ver espíritos, vultos, efeitos físicos, vozes e tudo mais a todo instante.

Portanto, para afastar espíritos que possam provocar algum mal, as preces são de essencial importância. Leia abaixo uma oração do “O Livro dos Espíritos”.

Em nome de Deus Todo-Poderoso, que os maus Espíritos se afastem de mim, e que os Bons me defendam deles! Espíritos malfazejos, que inspirais maus pensamentos aos homens;  Espíritos enganadores e mentirosos, que os enganais; Espíritos zombeteiros, que zombais da sua credulidade, eu vos repilo com todas as minhas forças e fecho os meus ouvidos às vossas sugestões, mas peço para vós a misericórdia de Deus. Bons Espíritos, que me assistis, dai-me a força de resistir à influência dos maus Espíritos, e as luzes necessárias para não cair nas suas tramas. Preservai-me do orgulho e da presunção, afastai do meu coração o ciúme, o ódio, a malevolência, e todos os sentimentos contrários à caridade, que são outras tantas portas abertas aos Espíritos maus.

 

Fonte da visão espírita: TV Mundo MaiorO Livro dos Espíritos.

Para saber o final desta trama, confira abaixo o filme disponível no YouTube:


 

Deixe seu comentário: