QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Cada pessoa renasce na soma do que já fez.” Emmanuel

Estudo_espirita

Revista Espírita: Quem é o Messias que o Espiritismo espera?

Enviado em 9 de maio de 2018 | Publicado por Rádio Boa Nova

A edição de fevereiro de 1868 da Revista Espírita contém, no item Instruções dos Espíritos, comunicações com o tema: OS MESSIAS DO ESPIRITISMO.

O Espiritismo é uma doutrina Cristã, na qual segue os ensinamentos de Jesus. E em suas palavras encontramos a resposta a este questionamento: Quem é o Messias que o Espiritismo espera?

“Eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador…O Espírito de Verdade. Esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.” (João 14: 16, 17 e 26)

O Espírito de Verdade, ao qual é dedicado o capítulo VI do Evangelho Segundo o Espiritismo, encontramos a instrução sobre o Consolador Prometido.

Em comunicação no ano de 1861, publicada na Revista Espírita de 1868, o Espírito São José narra a vinda de “Um Novo Cristo”. Segundo São José, Deus enviará Espíritos Superiores para o ensinamento do Evangelho Puro e assim unificar as crenças em uma mesma bandeira.

Ainda nesta edição da Revista Espírita, a mensagem de 1862 do Espírito Baluze nos revela a missão de transformação da humanidade. Estas missões são delegadas por Deus a Espíritos capazes por seus pensamentos e inteligências superiores.

Baluze relembra que Jesus Cristo foi um desses Espíritos, o qual recebeu a missão evangelizadora de transformar a humanidade. Ele completa dizendo que deste mesmo modo haverá um Espírito Superior que “dirigirá o movimento de conjunto e dará uma coesão poderosa às forças esparsas do Espiritismo.”

No final desta comunicação, Baluze reafirma esta questão com as seguintes palavras:

“Esperai e orai, porque o tempo é chegado e o novo Messias não vos faltará: Deus saberá designá-lo a seu tempo. E, aliás, é por suas obras que ele se afirmará.”

A última comunicação, presente nesta edição da Revista Espírita, é assinada por Lacordaire e foi realizada também no ano de 1862. Lacordaire inicia com o seguinte questionamento, segundo ele, repetitivo: “O Messias anunciado é a pessoa mesma do Cristo?”

Na comunicação, Lacordaire nos explica que os Espíritos Puros que estão ao lado de Deus são os “enviados superiores encarregados de missões especiais”. Segundo ele, são estes que podemos chamar de Cristo; os espíritos que aprendem na mesma escola e reformam suas ideias com o tempo.

O Novo Messias, não é uma personalidade específica, mas a ideia. São estes, portanto, um grupo de Espíritos Superiores responsáveis pela regeneração e assim conduzem a humanidade ao progresso. Ainda sobre o Messias, Lacordaire afirma o seguinte:

“Eis por que uma multidão de Espíritos de todas as ordens, sob a direção do Espírito de Verdade, veio a todas as partes do mundo e a todos os povos, revelar as leis do mundo espiritual, cujo ensino Jesus havia adiado, e lançar, pelo Espiritismo, os fundamentos da nova ordem social. Quando todas as bases estiverem postas, então virá o Messias…”

E com o Messias, outros Espíritos de Escol surgirão em toda a parte “animados na mesma fé e do mesmo desejo”. Eles estarão guiados pelo pensamento superior e irão contribuir com a evolução dos espíritos e do planeta Terra.

 

Para saber mais sobre o assunto, assista:

O advento do Espírito da verdade – Espiritismo sem Mistério

Revista Espírita – Mundo Maior Repórter

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Fontes: Revista Espírita – Edição de Fevereiro 1868. O Evangelho Segundo o Espiritismo.

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

Deixe seu comentário: