QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Cada pessoa renasce na soma do que já fez.” Emmanuel

Estudo_espirita

Saiba sete curiosidades sobre a reencarnação

Enviado em 3 de julho de 2017 | Publicado por Elen Alarça

Trazemos traços de caráter da nossa vida passada

A reencarnação é uma forma de poder elevar a alma a um nível de excelência compatível com o segundo plano espiritual. Conheça mais sete curiosidades sobre o tema:

A reencarnação serve para colocar em equilíbrio todas as injustiças terrestres

Muitas pessoas se perguntam por que existe injustiça no mundo: indivíduos que morrem ainda crianças, os nascidos com fortuna ou na extrema pobreza, nos mostram as diferenças existentes na terra. Segundo a doutrina espírita, as vidas passadas justificam todas as situações de desigualdade no planeta. A reencarnação estabelece um equilíbrio das jornadas terrestres, garantindo um caminho para a alma se edificar para um novo estágio de existência plena após o desencarne.

 

Não nos lembramos das vidas passadas porque devemos focar na nossa existência atual

As escrituras védicas relatam que o trauma do nascimento nos faz esquecer de todas as nossas vidas anteriores. Esse fato edifica a alma e nos faz focar nesta vida atual, o que contribui para o crescimento do espírito.

 

Trazemos traços de caráter da nossa vida passada

Habilidades que temos, muitas vezes sem perceber, nós trazemos da nossa vida anterior. O mundialmente conhecido compositor e músico, Mozart, produzia composições desde a mais tenra infância. Com apenas quatro anos, ele compunha obras complexas de forma autodidata. No entanto, diversos estudiosos diziam que ele tinha uma memória de longo prazo que permitia que ele tivesse tantas inspirações.

 

A reencarnação ocorre desde o nascimento

De acordo com a doutrina espírita, desde a fecundação, a alma e o corpo estão ligados, mas ainda não há uma certeza absoluta sobre essa constatação.

 

O tempo de reencarnar varia de pessoa para pessoa

Segundo o espiritismo, o tempo se estabelece de acordo com a evolução do resgate de valores a serem cumpridos na vida seguinte. As pessoas que tem mais “débitos” na reencarnação anterior não permanecem muito tempo no segundo plano.

 

Ao alcançar a perfeição os espíritos não precisam mais reencarnar

Os espíritos que alcançaram a perfeição não precisam mais reencarnar, porém isso não é uma regra. Os desencarnados que ainda são de extrema importância para a coletividade podem retornar a terra para continuar disseminando o exemplo do amor ao próximo.

Fonte: Revista Planeta.

 

 

 

 

Deixe seu comentário: