QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Cada pessoa renasce na soma do que já fez.” Emmanuel

Evangelho e Reforma Íntima

Sofrimento: como se libertar, segundo Joanna de Ângelis

Enviado em 13 de março de 2018 | Publicado por Rádio Boa Nova

SofrimentoO sofrimento, geralmente é gerado por situações de altos e baixos. A doutrina ensina que está situação (sofrimento) é passageiro. E que devido ao nosso atual estágio evolutivo, temos a necessidade de passar por esses momentos para que assim possamos progredir espiritualmente.

Allan Kardec, no livro O Evangelho Segundo Espiritismo descreve orientações a respeito do sofrimento e suas causas anteriores.

Confira:

“Os sofrimentos devidos a causas anteriores à existência presente… Isto é, o homem, pela ação de uma rigorosa justiça distributiva, sofre o que fez sofrer aos outros.”

Como nos libertar do sofrimento, segundo Joanna de Ângelis

E ainda, Joanna de Ângelis, guia espiritual do médium Divaldo Franco, na obra O Homem Integral nos apresenta uma terapia liberativa do sofrimento.

Nesta obra, Joanna apresenta um estudo a respeito de vários fatores de perturbação psicológica. E ainda, oferece terapias fáceis de serem aplicadas, sempre fundamentadas na análise do homem à luz do espiritismo e do Evangelho.

Confira as dicas de Joanna de Ângelis

  • Considere os indivíduos dignos de serem amados

O amor liberta e deve prevalecer sempre em nossas vidas. E ainda, olhar o próximo com respeito diz respeito ao amor pleiteado a nosso favor, que deverá ser distribuído ao outro.

  • Estimule a bondade do próximo

Sofremos porque fazemos um julgamento errado do próximo, por isso, acabamos entendendo a realidade de um modo diferente. Joanna de Ângelis recomendou que procuremos sempre a bondade do próximo, ou seja, é preciso estimular os laços de bondade e ajudar o outro em seu processo evolutivo.

E ainda, enxergue o lado bom das pessoas porque quando vemos o ruim acabamos virando pessimistas, negativos, amargos.

  • Compaixão

De acordo com Joanna de Ângelis, a compaixão é um exercício saudável para com aqueles que nos ofendem, magoam, prejudica. Por isso, é preciso ser compassivo quando agredido.

Em O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec, fala do Homem do Mundo, que compila esta significativa recomendação.

Confira:

“Um sentimento de piedade deve sempre animar o coração dos que se reúnem sob as vistas do Senhor e imploram a assistência dos bons Espíritos.”

Lembrem-se que a melhor terapia para a libertação do sofrimento é o amor!

Fonte: Tribuna Espírita

 

 

Por Juliana Chagas 

Jornalista e produtora da Rádio Boa Nova

Deixe seu comentário: