QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Em matéria de felicidade só se possui aquela que se dá.” Emmanuel

Evangelho e Reforma Íntima

“Ninguém poderá ver o Reino de Deus se não nascer de novo”

Enviado em 15 de setembro de 2017 | Publicado por Rádio Boa Nova

Nesta semana, dando sequência ao estudo do livro O Evangelho Segundo o Espiritismo, vamos apresentar uma breve reflexão a respeito do capítulo 4 – Ninguém poderá ver o Reino de Deus se não nascer de novo.

A reencarnação fazia parte dos dogmas dos judeus, sob o nome de ressurreição. Só os saduceus, cuja crença era a de que tudo acaba com a morte, não acreditavam nisso. As ideias dos judeus sobre esse ponto, como sobre muitos outros, não eram claramente definidas, porque apenas tinham vagas e incompletas noções acerca da alma e da sua ligação com o corpo. Criam eles que um homem que vivera podia reviver, sem saberem precisamente de que maneira o fato poderia dar-se. Designavam pelo termo ressurreição o que o Espiritismo, mais judiciosamente, chama reencarnação.

Com efeito, a ressurreição dá idéia de voltar à vida o corpo que já está morto, o que a Ciência demonstra ser materialmente impossível, sobretudo quando os elementos desse corpo já se acham desde muito tempo dispersos e absorvidos.

A reencarnação é a volta da alma ou Espírito à vida corpórea, mas em outro corpo especialmente formado para ele e que nada tem de comum com o antigo. A palavra ressurreição podia assim aplicar-se a Lázaro, mas não a Elias, nem aos outros profetas. Se, portanto, segundo a crença deles, João Batista era Elias, o corpo de João não podia ser o de Elias, pois que João fora visto criança e seus pais eram conhecidos. João, pois, podia ser Elias reencarnado, porém, não ressuscitado.

O espiritismo diz que a reencarnação é o retorno da alma ou do Espírito à vida corporal, em outros corpo. Ela não destrói os laços de família, e sim os fortalece. Porém, nem todos os espíritos possuem laços de simpatia e amor. Alguns espíritos possuem gostos e caráter diferente de seus familiares.

A reencarnação é indispensável no que diz respeito ao avanço moral e intelectual do Espírito, já que a cada nova existência material, eles dão um novo passo no caminho da perfeição.

Por meio da reencarnação, aqueles que obtiveram falhas pelo caminho retardam o caminho da felicidade, mas são ajudados e encorajados por aqueles que os amam.

Saiba mais sobre o assunto no programa Espiritismo sem Mistério, da TV Mundo Maior

Parte I

Parte II

Parte III

Parte IV


 

Fonte: Artigos sobre espiritismo

 

 

Por Juliana Chagas 

Jornalista e produtora da Rádio Boa Nova

Deixe seu comentário: