QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Em matéria de felicidade só se possui aquela que se dá.” Emmanuel

Evangelho e Reforma Íntima

Mediunidade: como desenvolvê-la?

Enviado em 8 de junho de 2018 | Publicado por Rádio Boa Nova

mediunidadeQuem nunca escutou um barulho diferente, ou então, teve sonhos, pesadelos, premonições, etc?

A doutrina espírita nos ensina que todos nós somos médiuns, ou seja, temos mediunidade. Entretanto, enquanto em alguns ela está “inativa”, em outros, ela é mais aflorada. Allan Kardec, em O Livro dos Médiuns, fala:

“Todo pessoa que sente, em um grau qualquer, a influência dos espíritos, por isso mesmo, é médium.  Esta faculdade é inerente ao homem e, por consequência, não é um privilégio exclusivo; também são poucos nos quais não se encontrem os rudimentos dela”.

No programa Manhã Boa Nova, Norberto Gaviolle, disse que a mediunidade,  é uma das faculdades do espírito, e que nós a utilizamos através dos sonhos, da inspiração.

“Essas três modalidades caracterizam nosso mediunidade”, Norberto Gaviolle

Ainda no programa, Norberto Gaviolle falou sobre a mediunidade ostensiva, que é aquela evidente e incontestável, ou seja, nem o médium nem a testemunha do fenômeno podem negar esta natureza espiritual.

Já aqueles, que não sentem nada, de acordo com Norberto, caso vá a um Centro Espírita e pratique as aulas, os espíritos que buscam aqueles que querem ajudá-los são os tarefeiros da Terra.

“Aquele indivíduo que não sente nada, se participar do desenvolvimento mediúnico, das aulas práticas, sua mediunidade vai sendo aflorada mais intensamente, então, ele passa a ser um tarefeiro. Ele passa a se predispor boa vontade”.

Mediunidade: como desenvolver?

A palavra “desenvolvimento” pode ser entendida como aflorar, de modo seguro e adequado, o potencial mediúnico.

Com isso, a mediunidade precisa de exercícios e uma aplicação correta, por isso, é necessário frequentar um Centro Espírita, participação de reuniões espíritas, ter certeza de que deseja desenvolvê-la, etc.

Por meio da doutrina espírita, a mediunidade é praticada dentro de uma ética, tendo como objetivo a educação do Espírito. E ainda, o espiritismo permite diversos recursos | exercícios para a aplicação de nossos recursos mediúnicos, são eles:

  • Estudo sistemático e consciente;
  • Cumprimento dos deveres;
  • Oração, prece;
  • Prática da caridade

Para finalizar, lembre-se que a mediunidade necessita de constantes reforços para o crescimento espiritual.

         “(…) Nunca será demais que os médiuns se voltem para a reflexão, o silêncio interior e mergulho mental nas lições do Evangelho em que haurirão inspiração e resistência para as contínuas lutas contra o mal que, afinal, reina dentro de todos nós”. (O Livro dos Médiuns)

Saiba mais sobre o assunto no programa Manhã Boa Nova

 

 

Fonte: Centro Espírita Batuíra

 

 

 

 

Por Juliana Chagas 

Jornalista e produtora da Rádio Boa Nova

 

Deixe seu comentário: