QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“De nada adianta crer, se sua crença não o faz dar sequer um passo na senda do progresso.” Allan Kardec

Evangelho e Reforma Íntima

Qual é a missão dos espíritas?

Enviado em 6 de dezembro de 2017 | Publicado por Rádio Boa Nova

Você que é espírita, já deve ter pensado sobre qual a sua missão aqui na terra. O grande desafio é o de renovar a nós mesmos, para que, juntos, melhoremos o mundo. É uma ideia sensata num mundo onde o individualismo prevalece.

Para realizar essa tarefa, precisamos colocar nossas mãos no trabalho. O que fazemos realmente para transformar a nossa missão em realização?

Segundo o “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, o espírita é convidado a falar sobre os dogmas da reencarnação a todos na terra.

O espírita encontrará, muitas vezes, a resistência dos que não conhecem a doutrina. Não se abale, pois os espíritos elevados estarão convosco.

Ao se reconhecer como semeador da palavra do Criador, falarás como um grande orador. Os espíritos de luz estarão ao seu lado e o espírito de Deus vos guiará no caminho certo.

“É necessário regar com o vosso suor o terreno em que deveis semear, porque ele não frutificará, não produzirá, senão sob os esforços incessantes da enxada e da charrua evangélicas”, diz o Evangelho. Para prosseguir com fé na caminhada, é necessário conhecer a si mesmo, praticando a reforma íntima.

Quando reencarnamos, trazemos conosco as tendências positivas e negativas que foram construídas em outras vidas. Como somos seres imperfeitos, além de conquistar novas virtudes, é preciso eliminar essas imperfeições. A reforma íntima começa dentro de nós mesmos, e essas transformações irão se refletir em todos os campos.

Além disso, a nossa missão elenca a pratica de atitudes simples que modificarão a nós e todos ao redor. Muitos podem achar que precisam realizar “grandes missões” ou até mesmo mudar o mundo quando abraçam a doutrina espírita. No entanto, muitas vezes, quando realizamos pequenas boas ações no dia a dia, já cumprimos a nossa missão terrena.

Com a família, podemos realizar a comunicação positiva, por exemplo. O que significa ter tempo para ouvir seus parentes sem julgamento e estar aberto para expressar seus sentimentos. Quando você tem uma comunicação positiva em sua família, ajuda a todos se sentirem compreendidos, respeitados e valorizados.

Como saber se estamos no caminho correto?

Os espíritos de luz responderam a essa pergunta no capítulo 2 do Evangelho.

“Podeis reconhecê-los pelos ensinos e a prática dos verdadeiros princípios da caridade; pela consolação que distribuírem aos aflitos; pelo amor que dedicarem ao próximo; pela sua abnegação e o seu altruísmo. Podeis reconhecê-los, finalmente, pela vitória dos seus princípios, porque Deus quer que a sua lei triunfe, e os que a seguem são os escolhidos, que vencerão. Os que, porém, falseiam o espírito dessa lei, para satisfazerem sua vaidade e sua ambição, esses serão destruídos”.

Reflitamos: a cada vida que temos, modificamos a personalidade, aperfeiçoamos o ser e nos tornamos o que somos hoje. Portanto, a missão de um espírita é entender o outro como uma extensão de nós mesmos.

Fontes: Evangelho Segundo o Espiritismo e RBN.

 

Leticia Lopes, 26, é jornalista guarulhense formada pela Faculdade Anhanguera e colaboradora da Rádio Boa Nova e TV Mundo Maior. Já assinou matérias em jornais locais e atuou como assessora de comunicação. É apaixonada pelo mundo espiritual e recursos que estimulem o autoconhecimento.

 

Confira a mensagem de Humberto Pazian em vídeo:

Deixe seu comentário: