QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Antes de tudo precisamos entender que nada sabemos. Então, estaremos conscientes de nossa ignorância e capazes de aprender.” Centenário de J. Herculano Pires

Artigos

Falsidade

Enviado em 11 de março de 2015 | No programa: Rádio Revista André Luiz | Escrito por Maria Izilda Netto | Publicado por Rádio Boa Nova

Confira as mensagens de André Mansur, Madre Teresa de Calcutá e Bezerra de Menezes a respeito da falsidade, apresentadasMulher tirando máscara no programa “Rádio Revista André Luiz”:

Falsidade

Gente falsa não fala, insinua

Não conversa, gera intriga

Não elogia, adula

Não deseja, cobiça

Não colabora, interfere

Não participa, se infiltra

Não sorri, mostra os dentes

Não caminha, rasteja pela vida sabotando a felicidade alheia e sobrevivendo de seus restos.

 

André Mansur

 

Se você é…

Se você é um vencedor,
terá alguns falsos amigos
e alguns amigos verdadeiros.
Vença assim mesmo.

Se você é honesto e franco,
as pessoas podem enganá-lo
Seja honesto e franco assim mesmo.

O que você levou anos para construir
Alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa assim mesmo.

Se você tem paz e é feliz,
As pessoas podem sentir inveja.
Seja feliz assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você,
mas isso pode nunca ser o bastante.
Dê o melhor de você assim mesmo.

Veja você que, no final de tudo
Será você… e Deus.

E não você… e as pessoas!

 

Madre Teresa de Calcutá

 

O que Importa

Notas o desprezo.
O abandono te tortura.
Mas o que importa é tua fé.

Ouves a calúnia.
A falsidade te fere.
Mas o que importa é tua verdade.

Assistes à revolta.
A violência te atinge.
Mas o que importa é teu perdão.

Observas o orgulho.
A arrogância te machuca.
Mas o que importa é tua humildade.

Reparas a inveja.
O despeito te constrange.
Mas o importa é tua paz.

O importante não é o que os outros pensam, falam ou fazem contigo.

O que realmente importa é tua atitude.

 

Autor: Bezerra de Menezes
Psicografia de Antônio Baduy Filho

 

Foto ilustrativa: 3.bp.blogspot.com

Deixe seu comentário: