QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Um dos aspectos notáveis da evolução espiritual humana é que todos os doentes da alma se tornam médicos por sua vez.” Bezerra de Menezes

Artigos

Hidrovitalis

Enviado em 22 de maio de 2014 | No programa: Allegrum Vivi | Escrito por Joely Pucci | Publicado por Rádio Boa Nova

Um tratamento com Hidrovitalis ajuda a rebalancear as energias e desintoxicar o organismo, gerando saúde e bem estar.

Hidrovitalis

Como é a sessão de Hidrovitalis?

Os pés possuem pelo menos 2000 poros e através destes são liberadas as toxinas. O tratamento consiste em colocar os pés dentro de uma pequena banheira com água, onde um sistema emissor, controlado por computador, envia sinais de freqüências específicas que criam um campo bioenergético de alta eficácia em desintoxicação, proporcionando uma sensação de relaxamento e bem estar.

Os programas de tratamento dependem do problema que se apresenta. No caso de alguns tipos de dor, por exemplo, às vezes uma única sessão é o suficiente, enquanto para quelação de metais pesados será necessário um programa de desintoxicação de 1 a 6 sessões.

Os programas variam desde emagrecimento, depressão, ansiedade até tratamentos de herpes, lupus, vitiligo, psoríase.
O tempo de duração das sessões depende do problema a ser tratado e varia de trinta minutos até uma hora e meia. O ideal é que sejam feitas 2 sessões por semana, com intervalo de 48 horas.

Sessão com programa de ansiedade e melhoria da função renal.

Conceito de Metais Tóxicos:

São elementos químicos, alguns estranhos ao nosso organismo, outros necessários a ele, que, em excesso (quando atingem níveis patológicos) se tornam extremamente maléficos. A característica fundamental do metal tóxico (metal pesado), é produzir depleções, ou seja, reduzir a ação de minerais essenciais específicos.

Esses metais tóxicos, agindo de forma direta causam deficiência destes minerais essenciais. Levam ao aumento de RL (Radicais Livres), causando lesões mitocôndrias, alterações de enzimas, hormônios, neurotransmissores.

Tipos de metais tóxicos:

Chumbo:
Sintomas: Fadiga crônica, hipertensão arterial, hiperatividade infantil, depressão, déficit de memória, dores abdominais, déficit cognitivo.
Fontes de contaminação: Cigarros, tintas, tinturas de cabelos, poluição provocada pelas emissões de automóveis, pesticidas, agrotóxicos, contato direto com a gasolina.

Mercúrio:
Sintomas: Depressão, tremores nos membros, quadro psicóticos, irritação, distúrbios da fala e gagueira (principalmente em crianças), convulsões, alergias respiratórias, alucinações, distúrbios de memória, baixo desempenho sexual, redução de imunidade.
Fontes de contaminação: Agrotóxicos, pesticidas, fungicida, peixes (contaminação das águas dos rios ocasionadas pelo garimpo do ouro), frutos do mar, obturações de amálgama dos dentes, termômetros quebrados (ingeridos por crianças), vapor de lâmpadas fluorescentes.

Cádmio:
Sintomas: Tonturas (labirintoses), hipotensão arterial inicialmente, depois hipertensão, cefaleia, anemia intratável, nefrotoxidade, câncer de pulmão, bexiga, útero, ovário e próstata
Fontes de contaminação: Cigarros (fumaça), açúcar de cana (pulverização dos canaviais), enlatados, chás, farinhas refinadas, mocotós, fumaça de cana-de-açúcar e das indústrias em geral.

Alumínio:
Sintomas: Dores musculares crônicas, fadiga, gastrenterites, encefalopatia, angústia, redução da memória (para fatos recentes), diminuição do crescimento. Em crianças: distúrbios de fala, “dor do crescimento”, gagueiras, hiperatividade.
Fontes de contaminação: Medicamentos antiácidos (contendo hidróxido de alumínio), chás de ervas, queijos, farinha de trigo, areação de panelas de alumínio (principalmente após contato com substâncias ácidas como limão, extrato de tomate, etc.) embalagens aluminizadas, desodorantes (spray – inalação) tinturas de cabelo, tratamento de água (com sulfato de alumínio) piscinas.

Arsênico:
Sintomas: Hipotireoidismo, hipertensão arterial, dermatites, mastopia fibrocística (nódulos nos seios), cisto de ovário, câncer de pele, pulmão e fígado.
Fontes de contaminação: Agrotóxicos, hortaliças, carne de frango (substâncias usadas para o crescimento), vegetais folhosos verdes, perfumes.

Níquel:
Sintomas: Dermatite, alergia, rinite crônica, depressão, hipoglicemia, emotividade, alergias de pele (bijuterias), mutações de DNA (ação carcinogênica).
Fontes de contaminação: Margarinas e óleos hidrogenados, fertilizantes, panelas de aço inox.

Flúor:
Sintomas: Fibromialgia, fadiga crônica, depressão, distúrbios de memória e outros a serem ainda estudados. Fontes de contaminação: Principalmente água e creme dental.

 

Foto ilustrativa: centrodeesteticaflordeliz.com.br

Deixe seu comentário: