QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“O operário há de amar enternecidamente a máquina que o ajuda a viver, lubrificando-lhe as peças e harmonizando-lhe os implementos, se não deseja relegá-la à inutilidade e à secura.” Emmanuel

Jornal nova era

MPF pede a suspensão de benefícios de Paulo Roberto Costa

Enviado em 17 de fevereiro de 2017 | Publicado por Rádio Boa Nova

Nesta sexta-feira (17) o Ministério Público Federal – MPF pediu ao juiz Sérgio Moro, a suspensão de benefícios da delação premiada de Paulo Roberto Costa, ex-diretor de abastecimento da Petrobras, na Operação Lava Jato, além de sua condenação.

De acordo com o documento, Costa mentiu em seu depoimento, o que seria suficiente para a quebra de acordo com a Justiça Federal. Segundo informações, as filhas do ex-diretor retiraram documentos do local antes dos policiais federais terem acesso. Os mandatos e apreensão ocorreram nos escritórios de Paulo, em 2014, no Rio de Janeiro.

Os agentes não conseguiram entrar no escritório, em um primeiro momento, porque as chaves estavam na casa do ex-diretor. Contudo, a ocultação dos documentos teria ocorrido quando os policiais foram a casa de Costa e voltaram para o escritório.

Deixe seu comentário: