QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Um dos aspectos notáveis da evolução espiritual humana é que todos os doentes da alma se tornam médicos por sua vez.” Bezerra de Menezes

Chico Xavier

Enviado em 2 de abril de 2016 | Publicado por Juliana Chagas

Francisco Cândido Xavier, mais conhecido como Chico Xavier, filho de João Cândido Xavier e Maria João de Deus, nasceu no dia 02 de abril de 1910, na modesta cidade de Pedro Leopoldo, em Minas Gerais, em uma família humilde com nove irmãos.

Uma das personalidades mais lembradas e admiradas no país foi considerado o maior e mais importante médium do mundo, psicografando mais de 450 livros com mais de 50 milhões de exemplares vendidos em português, com traduções em inglês, espanhol, japonês, esperanto, francês, alemão, italiano, entre outros idiomas, tornando-se o escritor brasileiro de maior sucesso comercial da história.

Segundo biógrafos, a mediunidade de Chico teria se manifestado em tenra idade, quando ele dizia ver e ouvir os espíritos. Na escola, sentia a presença desses amigos auxiliando-o nas tarefas habituais, embora receoso de ser rotulado de louco por conversar com os espíritos desencarnados, não sabia explicar como os fenômenos aconteciam.

Em 07 de maio de 1927, aos 17 anos, participou de sua primeira reunião espírita, no entanto, foi no dia 08 de julho do mesmo ano que iniciou o seu trabalho de psicografias, recebendo muitas poesias e mensagens publicadas em jornais e revistas até 1931, ano do seu encontro com o espírito Emmanuel, que deu-lhe algumas orientações básicas para o trabalho que deveria iniciar.

A mudança para Uberaba foi em 05 de janeiro de 1959, data que iniciaram as atividades mediúnicas em reunião pública na Comunhão Espírita Cristã, começando daí em diante a peregrinação das visitas de alguns lares carentes aos sábados, transformando a cidade em um polo de atração de inúmeros visitantes das mais variadas regiões do Brasil, e até mesmo do exterior.

O primeiro livro “Parnaso de Além Túmulo”, publicado pela FEB, fora lançado no ano de 1932, com a participação de vários espíritos e, em 1943, veio a público um dos livros mais populares da literatura espírita, o romance Nosso Lar, o mais vendido da série André Luiz com mais de 02 milhões de exemplares, fato este, que no ano de 2010, tornou-se um filme.

No ano de 1970, Chico Xavier participou de programas de televisão que alcançaram picos de audiência. Sua entrevista ao vivo no dia 28 de julho de 1971, cedida ao programa Pinga Fogo da extinta TV Tupi, conseguiu a maior audiência da história da TV brasileira, ao relatar de forma clara e segura as verdades do mundo espiritual.

Francisco Cândido Xavier retornou a pátria espiritual no dia 30 de junho do ano de 2002 aos 92 anos de idade, em decorrência de parada cardiorrespiratória. Segundo relatos de amigos e parentes próximos, Chico dizia que iria desencarnar em um dia em que os brasileiros estivessem muito felizes, data esta da conquista do Pentacampeonato da Seleção Brasileira.

Os centros espíritas fundados por Chico Xavier, “Casa da Prece” e “Comunhão Espírita Cristã” em Uberaba e “Centro Espírita Luíz Gonzaga” em Pedro Leopoldo, continuam funcionando e realizando muitas assistências de caridade.

 

“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”. Chico Xavier

Deixe seu comentário: