QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“De nada adianta crer, se sua crença não o faz dar sequer um passo na senda do progresso.” Allan Kardec

Artigos

Na hora do aconselhamento

Enviado em 22 de setembro de 2017 | Escrito por Antonio Carlos Tarquinio | Publicado por Rádio Boa Nova

casal se abraçandoSe levarmos em conta que “toda resposta em assunto importante é remédio” 1 , é possível venhamos a ser úteis quando alguém nos procure a fim de apaziguar o espírito por conta de aflições que porventura estiverem passando.

É muito importante solicitar em oração que “Deus nos abra a porta da palavra” 2 antes de receber aquele que vem a nós em busca de lenitivo que lhe abrande as amarguras, as angústias da existência – sem esquecer que temos mais ouvidos do que boca, e que talvez o maior aprendizado nestas situações seja o de estar preparado para ouvir.

Colocar-se a disposição do outro está se tornando cada vez mais atitude rara.

Escutar com máxima atenção é o que se deve fazer nestes casos, já que a maioria das pessoas hoje, depois de ler um ou dois livros de autoajuda, passa automaticamente a se considerar partícipe do rol dos grandes mestres espirituais e, em virtude disso, não fecham mais a boca.

Esquecidos de que “prolixidade não significa lógica”, tecem longas explicações em torno de coisas que nem imaginam o que sejam.

Nestas horas é sempre bom fazer e refazer o autoexame para ver de forma sincera como andam nossos valores, e o quanto temos caminhado no processo da própria transformação, no sentido da integração às leis supremas da vida.

E diante das respostas que obtivermos, nutramos autêntica e leal humildade, de nós para com nós mesmos, a fim de reconhecer a distância imensa que nos encontramos do alvo a atingir – nós, os supostamente esclarecidos -, de modo a não exigir dos outros que ignoram aquilo que já sabemos atitudes

que nós próprios ainda não somos capazes de ter.

Se guardarmos no coração tais conceitos de forma a torna-los experiência vivida é possível consigamos auxiliar aquele que veio a busca de luz.

Do livro “Pão nosso”, ditado pelo espírito de Emmanuel. Psicografado por Francisco C. Xavier, Lição 77.

2 “Orando também, juntamente por nós para que Deus nos abra a porta da palavra…” Paulo

(Colossenses, 4:3).

Antonio Carlos Tarquínio

Deixe seu comentário: