QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“A caridade dos Céus é fonte que não se esgota.” Auta de Souza

Artigos

“A Onda”

Enviado em 28 de outubro de 2014 | No programa: Juventude Maior | Escrito por | Publicado por Rádio Boa Nova

cena do filme a ondaNo último programa, tivemos um bate-papo super bacana sobre o filme alemão “A Onda”, do diretor Dennis Gansel.

O roteiro é inspirado no livro do americano Todd Strasser baseado em fatos reais, uma história que ocorreu em uma escola de ensino médio em Palo Alto, na Califórnia.

O filme retrata o experimento de um professor, cuja missão é passar aos seus alunos o significado da autocracia. No início o professor e os alunos não estão muito interessados pelo tema, porem com o passar da primeira aula, o professor começa a estudar alguma forma dinâmica de trabalhar o tema.

Assim ele começa um experimento, o de implantar um sistema autocrático na sala de aula. Alguns alunos não concordaram, porém outros entraram na “brincadeira”.

O movimento ganhou nome e força, passou a ser chamado de “A Onda”, e os alunos passaram a usar uniforme, tinham até uma saudação.

A onda começou a ser praticada fora da sala de aula, e todos aqueles que não concordavam com as ideias não poderiam participar do grupo e acabaram saindo, acontece que alguns atos violentos e extremos, digamos que “fanáticos” começaram a ser praticados pelos membros do movimento.

Não vamos contar o final do filme, mas o que podemos visualizar é que tudo começou com uma brincadeira que acabou séria.

Este filme é uma forte reflexão para o atual momento vivido pelo país.

Hoje em dia estamos vivendo um momento em que as pessoas não conseguem respeitar ideias diferentes. Imaginem se vivêssemos novamente em um governo ditador, onde não teríamos o direito do livre pensar, de expor a opinião. Se penso diferente não posso fazer parte de determinado grupo. Mas qual o sentido de se estipular grupos se todos somos um só? Complicado não?

Porque é tão difícil as pessoas aceitarem e respeitarem as diferenças?

Recentemente o país passou pelas eleições e nas redes sociais o que vemos são pessoas ofendendo umas as outras, pouquíssimas são aquelas que conseguem expor o seu ponto de vista sem ferir e machucar os seus semelhantes.

Se você é a favor do “partido A” não vou mais ter você na minha rede de amigos, isso faz sentido?

Todos nós temos o direito sim de expor nosso ponto de vista e de lutar pelos nossos direitos.

Como as pessoas querem mudar um país sem respeitar o direito de ir e vir do próximo?

A mensagem do Cristo esta sendo esquecida, talvez pouca parte se lembre dela.

A mensagem do Cristo deve estar implantada no coração de todos nós, principalmente daqueles que lideram um país. Ainda não chegamos a esse patamar, talvez vá levar muitos e muitos milhares de anos.

Vamos vibrar pelo nosso Brasil que precisa de auxílio.

Vamos vibrar e torcer para que a informação chegue aos quatro cantos do país, para que não tenhamos pessoas alienadas.

Vamos vibrar pelo conhecimento que liberta e que a educação chegue a todas as pessoas e as faça crescer, caminhando em rumo à evolução moral e intelectual.

Vamos vibrar pela verdade, lembrando que o bem sempre vence o mal.

Vamos ser os agentes transformadores, começando no lar, na escola, nas redes sociais e pelo mundo afora.

Assista ao trailer do filme “A Onda”:

 

Fonte foto: Cena do filme “A Onda” do diretor Dennis Gansel.

Deixe seu comentário: