QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Antes de tudo precisamos entender que nada sabemos. Então, estaremos conscientes de nossa ignorância e capazes de aprender.” Centenário de J. Herculano Pires

Artigos

Porque queremos paz!

Enviado em 26 de setembro de 2015 | No programa: Entre Amigos | Escrito por Equipe Entre Amigos | Publicado por Juliana Chagas

Pombas da pazDesde que o mundo é mundo, sempre houve discurso de ódio. Basta lembrarmos a história de nosso Mestre Jesus. Mas o que seria isso? O discurso de ódio acontece quando um indivíduo se utiliza de seu direito à liberdade de expressão para inferiorizar e discriminar outra pessoa baseado em suas características, como sexo, etnia, orientação sexual, religião, por exemplo.

Hoje em dia, o cenário para esse tipo de prática é ainda mais convidativo, onde as pessoas não tem qualquer inibição em dar suas opiniões: a internet. No cyberspaço, nas redes sociais, as pessoas tem a ilusão de que não há regras, leis ou limites. Os usuários se sentem mais livres para “falar” o que pensam, pois não há o contato físico e muitas das vezes, tem como se esconder publicamente através do anonimato.

A sociedade vem procurando colocar limites e regras para tentar frear esse tipo de abuso.  Durante a conferência “Juventude e a Internet: Radicalização do Combate ao extremismo”, realizada em Paris, no último mês de junho, foi lançado um estudo encabeçado pela UNESCO sobre o discurso de ódio online e as medidas e normas internacionais, sem esquecer a análise da liberdade de expressão. O estudo dá ênfase nos mecanismos sociais que podem e devem ajudar a combater a produção do discurso de ódio e seu impacto.

Lembremos, que mais do que estabelecer regras sociais para delimitar e até mesmo punir aqueles que confundem a liberdade de expressão com a ofensa e a disseminação do discurso de ódio, é necessário viver nos propostos de respeito, igualdade, tolerância e amor ao próximo. Vivemos uma época de muitos desafios, provas e expiações e é imprescindível passar por mais essa etapa para chegarmos no planeta de regeneração.

 

Fontes:

http://nacoesunidas.org/unesco-lanca-estudo-sobre-como-enfrentar-discursos-de-odio-na-internet/

http://gus91sp.jusbrasil.com.br/artigos/152277318/a-liberdade-de-expressao-e-o-discurso-de-odio

 

Foto ilustrativa: http://www.freeimages.com/

Deixe seu comentário: