QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Um dos aspectos notáveis da evolução espiritual humana é que todos os doentes da alma se tornam médicos por sua vez.” Bezerra de Menezes

Artigos

Qual o seu primeiro passo para mudança?

Enviado em 31 de dezembro de 2015 | No programa: Entre Amigos | Escrito por Equipe Entre Amigos | Publicado por Juliana Chagas

Mulher olhando para o céuEstamos nos últimos dias de 2015 e como de costume fazemos um balanço do ano que termina e colocamos metas para o próximo. Fazemos uma lista enorme de coisas a fazer: começar academia, fazer um curso de idioma, faculdade, ser mais presente na família, guardar dinheiro, viajar mais, entre outras coisas. Porém, já pensou em qual o primeiro passo para que você comece a realmente e de fato, alcançar seus objetivos?

É muito fácil e até cômodo fazer as listas, passar o ano todo correndo atrás de desculpas para não realizar esses tópicos e chegar ao fim do mês de dezembro, pegar a lista e ver que não realizou nada e sentir pena de si, por que não deu, por que não teve dinheiro, por que fulano ou sicrano não colaboraram para que você fosse mais amável e tudo mais. Sempre acabamos por arrumar desculpas pelo nossos erros e nossas falhas ao invés de ir atrás da raiz do problema e realmente MUDAR. Então, o título do artigo desta semana entra em cena: Qual o seu primeiro passo para a mudança?

É muito incômodo, no mínimo, olhar para dentro de nós mesmos e enxergar o que precisamos mudar. É nesse momento que temos o real embate com nossas falhas e temos total ciência do primeiro passo que temos que dar para começarmos a nossa mudança, a nossa reforma íntima.

Estamos nesta vida, nesta reencarnação, nesta passagem na Terra para evoluir, para passar pelas provas, desatar nós, estreitar laços, descobrir sensações boas, deixar maus sentimentos para trás, perdoar, pedir perdão, aprender a amar e incondicionalmente. Que 2016 venha repleto de boas lições para aprendermos a ser melhores! Feliz Ano Novo!

 

Foto ilustrativa: http://static.dicas.apontador.com.br/

Deixe seu comentário: