QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“A caridade dos Céus é fonte que não se esgota.” Auta de Souza

Artigos

Quando aquele amigo chega

Enviado em 11 de outubro de 2017 | Escrito por Eliete Ribeiro | Publicado por Rádio Boa Nova

Amigas se abraçandoJá percebeu quando estamos sem saber que rumo tomar, de repente, eis que aparece aquela luzinha que chega por intermédio de um amigo, aqueles chamados de anjos da guarda, espíritos protetores?

Seja com uma palavra amiga, ou de repente, com uma ajuda prática mesmo. É interessante como vem aquele companheiro de estrada a iluminar a nossa travessia. E como precisamos uns dos outros? Nada somos se não podemos contar com um ombro amigo, melhor ainda, se for em quem confiamos. Vocês não acham perfeito ter o privilégio de ter amizade de alguém assim de graça e poder compartilhar gratuitamente desta troca de conhecimento?

Há aqueles amigos que nos recepcionam quando chegamos na escola e depois nos ensinam algumas disciplinas que temos dificuldades, e mais adiante dividem conosco confidências e anos mais tarde fazem parte da nossa vida adulta. Há aqueles que nos recebem no trabalho. Ensinando-nos a ser bons profissionais, outros ainda que nos indicam para um trabalho.

E assim foi o encontro entre duas amigas de faculdade e que já haviam trabalhado numa outra ocasião na mesma empresa. Reencontraram-se após anos, na mesma faculdade, só que desta vez cursando outro curso. E descobriram que por acaso estavam na mesma sala. E essa amizade só se solidificou ainda mais. Pouco tempo depois uma delas ficou desempregada e a amiga de sala a indicou para trabalhar com ela, na mesma empresa. E assim foi. Trabalharam juntas durante doze anos. Desenvolveram várias atividades juntas, tiveram várias oportunidades de exercitarem juntas este valor da amizade.

Assim também deve ser no centro espírita. Quando estamos desanimados vem aqueles amiguinhos que nos chamam para ir ao centro, pode apostar que devemos ir, porque isto nos serve como chamados para um despertar para a espiritualidade. Principalmente, quando algo não vai muito bem. Há aqueles que nos auxiliam quando chegamos no centro. Às vezes, um simples sorriso, já traz um alento ao coração e se for seguido de um aconselhamento, aí então, não tem preço.

“Cada um que passa…
Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, pois cada pessoa é única e nenhuma substitui outra.
Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, mas não vai só nem nos deixa sós.
Leva um pouco de nós mesmos, e nos deixa um pouco de si mesmo.

Há os que levam muito, mas não há os que não levam nada,
Há os que deixam muito, mas não há os que não deixam nada.
Esta é a mais bela realidade da vida e a prova de que duas almas não se encontram ao acaso”.

Antoine de Saint-Exupéry

Como diz esta passagem, há muitas pessoas que passam por nossa vida. Sempre nos deixam uma mensagem seja ela positiva ou até negativa, mas em sua grande maioria, mais positiva do que negativa.

Devemos ficar atentos para todos aqueles que passam por nossa vida. Todos têm o poder de modificar.

Allan Kardec, em o Livro dos Espíritos nos traz o seguinte esclarecimento com relação aos anjos da guarda, espíritos protetores, familiares ou simpáticos. “Há Espíritos que se ligam a um indivíduo em particular, para o proteger?

Resp: Sim, o irmão espiritual; é o que chamais o bom Espírito ou o bom gênio.

Que se deve entender por anjo da guarda?

Resp: O Espírito protetor de uma ordem elevada.

Qual a missão do Espírito protetor?

Resp: A de um pai para com os filhos: conduzir o seu protegido pelo bom caminho , ajudá-lo com os seus conselhos, consolá-los nas suas aflições, sustentar sua coragem nas provas da vida.

O Espírito protetor é ligado ao indivíduo desde o seu nascimento?

Rspos: Desde o nascimento até a morte, e frequentemente o segue depois na morte, na vida espírita, e mesmo através de numerosas experiências corpóreas, porque essas existências não são mais do que fases bem curtas da vida do Espírito.

Permita que aquele amigo chegue em sua vida e compartilhe das suas alegrias e também dos momentos não tão bons assim.

E se faz tempo que você não vê aquele grande amigo que ficou lá no passado, ligue para ele e marque um animado encontro.

Relembre o passado e jogue conversa fora. Isto faz bem à alma e ao espírito e pode ser um remédio para suas angústias.

Deixe seu comentário: