QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Um dos aspectos notáveis da evolução espiritual humana é que todos os doentes da alma se tornam médicos por sua vez.” Bezerra de Menezes

Artigos

Transmissão de Energia no Trabalho Espiritual

Enviado em 27 de outubro de 2015 | No programa: Jornal Nova Era | Escrito por Astrid Sayegh | Publicado por Juliana Chagas

A existência de uma matéria elementar única está hoje admitida pela Ciência, e os Espíritos a confirmam. Todos os corpos da Sombras de pessoas em branco sentadas transmitindo energiaNatureza nascem dessa matéria que, pelas transformações por que passa, também produz as diversas propriedades dos corpos, desde a mais sutil a mais grosseira. O estado radiante dessa matéria é o estado de energia.

A doação de energia, dentro das casas espirituais, através dos passes magnéticos tem uma eficiência assombrosa. No passe, os pensamentos do passista e da equipe de Espíritos, reunidos, formam a energia espiritual que atua no paciente e diretamente nos fluidos, que são energia magnética, dando- lhe características necessárias ao paciente.

Fluido é substância sutil, maleável, imponderável, energética, que pode ser manipulada pelo pensamento de Espíritos encarnados e desencarnados, que imprimem nele características positivas ou negativas, conforme o teor do pensamento. No passe, utiliza- se o pensamento do Espírito que coordena a tarefa, assim como do passista, de forma a impressionar positivamente os fluidos que serão doados ao paciente. O fluido representa a simplificação máxima da matéria, que, manipulada pelo pensamento do Espírito, imprime- lhe variações.

Os Espíritos atuam sobre os fluidos espirituais empregando o pensamento e a vontade. Com efeito, a doação de energia nos trabalhos espirituais não é um processo mecânico, mas gerada pelos pensamentos e sentimentos do médium. Este não tira de si, mas atua sobre o fluido cósmico imprimindo-lhe uma qualidade.

No caso dos fenômenos de cura o poder curativo estará na razão direta da substância inoculada; mas, depende também da energia da vontade que, quanto maior for, tanto mais abundante emissão fluídica provocará e maior força de penetração dará ao fluido.

Por conseguinte, o trabalho de doação de energia não é um trabalho descompromissado, mas o passista, assim como o médium, deve se sentir plenamente engajado nesse processo, na medida em que a qualidade dos fluidos ou da energia doada depende de sua intenção e da qualidade moral de seus sentimentos e pensamentos.

Deixe seu comentário: