QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“De nada adianta crer, se sua crença não o faz dar sequer um passo na senda do progresso.” Allan Kardec

Artigos

Trem da Vida

Enviado em 18 de maio de 2015 | No programa: Música e Sensibilidade | Escrito por José Damião | Publicado por Juliana Chagas

Homem andando sobre trilhos

Eu gosto muito de música e algumas são inspiradas. A partir da música “Encontros e Despedidas” de Milton Nascimento e Fernando Brandt, pensei no programa Música Sensibilidade com o tema: Trem.

Não entrevistei os compositores, é a minha visão da música que sempre gostei e que sinto como uma mensagem espírita.

Um pequeno trecho nos remete a vida, a morte, ou melhor ainda, a reencarnação.

Tentem imaginar que a vida é uma estação e todos os dias é um vai e vem. Alguns renascendo e outros desencarnando.

Têm aqueles que vêm pra ficar e cumprir o seu planejamento reencarnatório, tem outros que vão pra nunca mais porque já estão muito evoluídos e só voltarão se quiserem, em alguma missão.

Têm aqueles que renascem, porém estão com medo dos compromissos e das provas, por isso querem voltar. Têm outros, tão apegados à vida material que vão mas querem mesmo é ficar por aqui.

Têm espíritos com seus desafios pensam, e perdem a oportunidade em só vir, olhar e voltar,  tem espíritos a sorrir e a chorar, a chegada de um novo ser e a partida de um ente querido. Assim, renascer e desencarnar “são só dois lados da mesma viagem”.

E assim, a vida renova-se sempre…

Confira abaixo a letra desta canção e ouça em breve o offline do programa “Música e Sensibilidade” com as músicas relacionadas a este tema, entre elas “O Trem das sete” com Raul Seixas, “Lá vem o trem” com Agepê e muito mais!

Encontros e Despedidas

Milton Nascimento & Fernando Brant

 

Mande notícias do mundo de lá

Diz quem fica

Me dê um abraço

Venha me apertar

Tô chegando

Coisa que gosto é poder partir

Sem ter planos

Melhor ainda é poder voltar

Quando quero

Todos os dias é um vai-e-vem

A vida se repete na estação

Tem gente que chega pra ficar

Tem gente que vai pra nunca mais

Tem gente que vem e quer voltar

Tem gente que vai e quer ficar

Tem gente que veio só olhar

Tem gente a sorrir e a chorar

E assim, chegar e partir

São só dois lados

Da mesma viagem

O trem que chega

É o mesmo trem da partida

A hora do encontro

É também despedida

A plataforma dessa estação

É a vida desse meu lugar

É a vida desse meu lugar

É a vida

 

Foto ilustrativa: stock.xchng

Deixe seu comentário: