A Obediência e a Resignação 

Acredito que seja comum entendermos a obediência e a resignação como virtudes que negam os sentimentos e as vontades. Encontramos esse alerta na obra O Evangelho Segundo o Espiritismo, no capítulo Bem-aventurados os que são brandos e pacíficos

Ser brando e pacífico, assim como obediente e resignado não significa a inação ante aos acontecimentos da vida, pelo contrário, são estas virtudes ativas que convidam ao movimento. Jesus nos trouxe a obediência e a resignação, companheiras da doçuras, em épocas que imperava uma sociedade material. 

A obediência é o consentimento da razão e contrária ao egoísmo e o orgulho; a resignação é o consentimento do coração e contrária  às fraquezas morais. São elas virtudes capazes de pensar no coletivo e buscarem, com humildade, combater os vícios da humanidade. 

Somos convidados pela espiritualidade a praticarmos o movimento no Planeta Terra, movimento este de mansuetude e equilíbrio, estando assim resignados aos impulsos que o espírito recebe e obediente quanto ao progresso. Ouve-se mais quando se possui tais virtudes, mas os aprendizados externos somente são possíveis, quando plantamos a paz em nosso interior, sentimento esse conquistado através do autoconhecimento.  

É importante ressaltar que essas virtudes, como dito anteriormente, não se opõem aos sentimentos e as vontades. Os sentimentos e as emoções revelam muito sobre os indivíduos e é importante conhecê-los, buscar o autoconhecimento é buscar a brandura interna. 

É importante o discernimento proporcionado pela razão. Identificar os vícios e virtudes em si próprio e nos irmãos próximos.  A obediência e a resignação são virtudes as quais precisaremos cada vez mais para a construção de uma sociedade que pensa no coletivo, no crescimento e no progresso. Sendo obediente e resignado se está apto a ouvir os ensinamentos crísticos, os ensinamentos de Jesus. 

 

Clique no link e apoie a RBN na divulgação dos ensinamentos do Mestre: feal.colabore.org

 

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Assistente de Mídias Sociais na TV Mundo Maior.

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

leave a reply

WhatsApp chat