QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

-->

“Estude a si mesmo, observando que o autoconhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz.” André Luiz

Artigos

Desespero Injustificável

Enviado em 10 de setembro de 2014 | No programa: Novos Rumos | Escrito por Ercilia Zilli | Publicado por Rádio Boa Nova

Muitas vezes na vida, enfrentamos situações difíceis e o desespero nos bate à porta. Pode ser uma doença grave, o desemprego,Bonecos com balões conversando uma dificuldade financeira ou a perda de uma relação querida.

Numa visão espírita, nossos compromissos evolutivos foram, em sua grande maioria, escolhidos por nós mesmos com a orientação de Benfeitores Espirituais, sempre visando aprimoramento moral. Quando participamos da elaboração do nosso projeto reencarnatório, ainda no plano espiritual, nos achamos capazes de aprender, resolver e crescer diante das provas e, quase sempre, nos achamos suficientemente preparados para superar os obstáculos propostos.

Fizemos escolhas, naquele momento, motivados, plenos de coragem e de esperança diante da nova existência.

No entanto, no retorno à matéria, sem a lembrança das nossas necessidades e dos compromissos assumidos, nos portamos como vítimas do destino. Mesmo dizendo que temos uma compreensão espiritual dos problemas, na hora da grande prova a nossa reação é materialista, refletindo apego, vitimização e ausência de fé.

A pergunta que surge é porque isso acontece comigo”, demonstrando a falta de conhecimento da lei da reencarnação.

Na infância espiritual que vivemos, que é também o ápice da nossa evolução espiritual, podemos nos sentir injustiçados, mas este é o momento mais propício para assumirmos a responsabilidade de nos tornarmos espíritos adultos. O ego adulto não busca culpados, mas a solução de pendências.

O desespero reflete a dificuldade de assumirmos as nossas atitudes de forma responsável. A vida nos devolve exatamente o que plantamos.

“Sejam quais forem as aflições e problemas que te agitem a estrada, confia em Deus, amando e construindo, perdoando e amparando sempre, porque Deus, acima de todas as calamidades e de todas as lágrimas, te fará sobreviver, abençoando-te a vida e sustentando-te o coração” – Meimei

Trabalhemos, pois no bem de todos ampliando a nossa consciência. Nem sempre podemos mudar os acontecimentos, mas sim, a nossa visão sobre os problemas.

Quando saímos de nós mesmos e desenvolvemos empatia, estamos no caminho certo para vivenciarmos a paz proporcionada pela .

 

Publicado no Jornal: The Spiritist Psychological Society.

 

Foto ilustrativa: vtiperformance.com

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

Deixe seu comentário:

WhatsApp