Qual a diferença entre provas e expiações?

provas e expiações

Você sabe a diferença entre provas e expiações?

Inicialmente, vamos falar sobre o mundo de provas e expiações. Neste mundo, apesar de ter o intelectual mais elevado, o mal ainda prevalece. Vale lembrar que o Planeta Terra pertence a esta categoria.

A doutrina espírita nos ensina que a Terra é como um pronto socorro, uma escola. Seus habitantes estão buscando tanto a evolução moral como a intelectual. Atualmente, está ocorrendo a transição planetária, ou seja, o planeta está deixando de ser provas e expiações para se transformar em um mundo de regeneração.

Qual  a diferença entre provas e expiações?

Para compreendermos melhor o assunto, confira uma passagem de Emmanuel, no livro O Consolador, psicografia de Chico Xavier:

“A provação é a luta que ensina ao discípulo rebelde e preguiçoso a estrada do trabalho e da edificação espiritual. A expiação é a pena imposta ao malfeitor que comete um crime.”

Ou seja, as provas são como obstáculos, testes, que impulsionam o Espírito para o progresso. Além de serem concebidas por Deus, elas os motivam a vencerem as más tendências, e na maioria das vezes, são os espíritos que escolhem de acordo com suas possibilidades.

E ainda, as provas sempre irão existir, até mesmo para os Espíritos Superiores, já que elas são desafios evolutivos.   

As provas podem parecer difíceis, porém, por seu intermédio, o Espírito possui oportunidades para trabalhar e melhorar suas atuais condições de vida.

Já as expiações são impostas e são resultados de faltas que foram cometidas pelo espírito. O espírito se vê prisioneiro das más ações que foram cometidas pelo uso errado do livre-arbítrio. Por exemplo, são as dores que os habitantes passam sem entender o por que. Além disso, reclamam de Deus e solicitam resposta para as “injustiças”.

As expiações têm como objetivo o auxílio do amor, além da reeducação do  espírito. Entretanto, lembre-se que Deus não pune, nem condena, porém, utiliza esse mecanismo, já que espírito apresenta dificuldade de compreender o que seria mais útil para o seu progresso.

Para finalizar, confira um trecho da Revista Espírita de 1863, que fala sobre provas e expiações:

“As misérias deste mundo são, pois, expiações pelo seu lado efetivo e material, e provas pelas suas consequências morais. Qualquer que seja o nome que se lhes dê, o resultado deve ser o mesmo: a melhoria.” Em presença de um objetivo tão importante, seria pueril fazer uma questão de princípio de uma questão de palavra; isso provaria que se liga mais importância às palavras do que à coisa.”

Saiba mais sobre Provas e Expiações no programa Manhã Boa Nova:

 

Fontes: FEB | Espiritismo na Alma

leave a reply

WhatsApp chat