QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai se não por mim.” Jesus

Estudo_espirita

Manifestações Inteligentes – Livro dos Médiuns

Enviado em 6 de dezembro de 2018 | Publicado por Rádio Boa Nova

manifestações inteligentesComo vimos anteriormente no texto “Manifestações físicas espontâneas – Livro dos Médiuns”, Allan Kardec nos ensinou que as manifestações físicas espontâneas são aquelas que são perceptíveis, por exemplo, ruídos, barulhos, movimentos.

E ainda, elas ocorrem com uma certa frequência e não são desejadas, sendo consideradas inoportunas e perturbadoras.

Manifestações Inteligentes?

As primeiras manifestações inteligentes dizem respeito a mesas que se moviam e apresentavam determinados golpes, batendo um pé. Assim, respondiam o que se havia convencionado, por meio do “sim” ou “não” a questão que fora proposta.

Em seguida, foram obtidas respostas mais desenvolvidas, através das letras do alfabeto, apresenta uma ordem de cada letra, formando assim palavras e frases.

Leia também: Manifestações físicas espontâneas – Livro dos Médiuns

(…) O primeiro efeito inteligente notado foi ver esses movimentos obedecerem a um comando. Assim, sem mudar de lugar, a mesa se levantava alternativamente sobre o pé designado, depois, descendo, batia um número determinado de golpes, respondendo a uma pergunta.

Outras vezes, a mesa, sem o contato de ninguém, passeava sozinha pela sala, indo para a direita e para a esquerda, para trás e para diante, executando diversos movimentos conforme os assistentes mandavam. Eis o que dá ao fenômeno o caráter inteligente a que se refere a pergunta. (…) (Livro dos Médiuns)

E completou:

“A mesa, colocada em movimento por influência de um médium, se punha a traçar caracteres, depois palavras e frases.

(…) A escrita era tão fluente, tão rápida, tão fácil como a manual. Reconheceu-se, mais tarde, que todos esses objetos não eram definitivos, não passavam de apêndices, verdadeiros porta-lápis, dos quais se podia privar, segurando o médiuns, com sua própria mão, o lápis. A mão, arrastada por um movimento involuntário, escrevia sob o impulso dado pelo Espírito, sem concurso da vontade nem do pensamento do médium (…)”

Qual a característica da manifestação inteligente?

“Para que uma manifestação seja inteligente, não é necessário que seja eloquente, espirituosa ou sábia. Basta ser um ato livre e voluntário, exprimindo uma intenção ou respondendo a um pensamento.

Para finalizar, devemos lembrar que sempre há uma inteligências por trás das manifestações espíritas. Sua natureza é semi-material. Ou seja, existe o perispírito (corpo espiritual) envoltório que dá forma ao espírito, permitindo que ele se apresente na forma que desejar.

 

 

Por Juliana Chagas 

Jornalista e produtora da Rádio Boa Nova

Deixe seu comentário:

WhatsApp