QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

-->

“Estude a si mesmo, observando que o autoconhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz.” André Luiz

Estudo_espirita

Nosso Lar: visita da Mãe de André Luiz

Enviado em 17 de junho de 2019 | Publicado por Rádio Boa Nova

visita da Mãe de André LuizConfira a seguir um relato a respeito da visita da mãe de André Luiz, no livro Nosso Lar!

O livro Nosso Lar é um dos mais conhecidos no meio espírita. Na obra psicografada por Chico Xavier, André Luiz, narra seus primeiros anos após o seu desencarne na colônia espiritual Nosso Lar.

Na obra, ele apresenta suas percepções de forma didática, e descreve com riqueza de detalhes a colônia espiritual. Ele fala sobre os ministérios, o Umbral e dedica um capítulo sobre a visita de sua mãe. Confira!

Livro Nosso Lar: a visita da Mãe de André Luiz

Enquanto estava em tratamento em um parque de saúde, André Luiz, estranhou a falta de visitas. Até que um dia, perguntou ao um enfermeiro sobre a possibilidade de encontrar com aqueles que já haviam desencarnado.

Lísias, seu amigo, lhe disse que sua mãe o acompanhava dia e noite desde que desencarnou. E falou também que, durante a sua permanência no Umbral, ela intercedeu várias vezes.

Certo dia, André Luiz, estava passando por um momento de reflexão e recolhimento quando Lísias, chegou em seu apartamento lhe dizendo:  

“Advinhe quem chegou à sua procura!”

André Luiz, notou a voz de entusiasmo de seu amigo e com olhos arregalados de alegria viu sua mãe entrar de braços abertos e lhe dizer:

“Filho! Meu filho! Vem a mim, querido meu!”

Emocionado, André Luiz a abraçou e caiu aos prantos igual criança, e ainda, ele a beijou várias vezes. Mãe e filho sentaram-se no sofá e recordaram suas lembranças em um encontro marcado pelo amor e saudade.

Durante a conversa, sua mãe observou as fraquezas do filho recém desencarnado, e lhe recomendou que não desperdiçasse suas energias. Forte e serena, a mãe de André Luiz, disse:

“Nunca saberemos agradecer a Deus tamanhas dádivas. O Pai jamais nos esquece, meu filho. Que longo tempo de separação! Não julgues, porém, que me houvesse esquecido. Às vezes, a Providência separa os corações, temporariamente, para que aprendamos o amor divino.”

A palavra maternal fez com que André Luiz ficasse mais alegre, animado e feliz.

Pai e irmãs

Ainda durante o encontro, sua mãe lhe disse que seu pai permanecia em uma zona compacta do Umbral. Na Terra, seu pai sempre lhe pareceu ser fiel às tradições familiares, entretanto, era fraco e mantinha relações fora do casamento.

Por isso, ligou-se a espíritos maléficos, e assim, que desencarnou, Laerte (pai de André Luiz) foi flagrado pelas desventuradas criaturas.

Já as duas irmãs de André Luiz, Clara e Priscila, também permaneciam no Umbral. Por isso, sua mãe tinha velar por elas.

Saiba mais sobre as colônias espirituais:

 

 

Fonte: Letra Espírita

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

Deixe seu comentário:

WhatsApp