QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai se não por mim.” Jesus

A Busca do Servir

Enviado em 3 de dezembro de 2018 | Publicado por Rádio Boa Nova

Por: Aryanne Karine

Talvez você tenha se pego pensando em mil maneiras de mudar o mundo. Talvez você já tenha confabulado fórmulas de acabar com a fome, a guerra ou revolucionar a sociedade que vivemos. Fato é que muitos de nós ansiamos ajudar ao próximo e modificar os males que encaramos na humanidade. Apesar desse fato, ainda nos pegamos parados de mãos atadas, sem nem saber por onde começar.

Primeiramente, temos que deixar claro que ninguém muda algo sem antes ter passado por uma reforma intima e ter transformado o seu ser. Após a nossa renovação, é que conseguimos com mais humildade entender o que os espíritos mencionam a Kardec, no Livro dos Espíritos Questão 643:

“Não existe pessoa que não possa fazer o bem. Apenas o egoísta nunca encontra oportunidade de pratica-lo. Bastam as relações sociais com os outros homens para que se tenha a oportunidade de fazer o bem; a cada dia a vida oferece essa possibilidade para que não estiver cego pelo egoísmo. Fazer o bem não consiste somente em ser caridoso, mas em ser útil na medida do possível, sempre que o auxílio se faz necessário”.

Muitas vezes nossa ambição pende ao estrelato, querendo usar a caridade como autopromoção, absorvendo dela, o alimento para nosso ego, procurando nos tornar conhecidos e mensurados pelo bem que praticamos. Pouco adianta você fazer parte de um grande projeto de caridade, sendo que ao seu lado, tem alguém à quem realmente você precise estender a mão e não o faz.

Se como espíritas somos responsáveis pelo bem que deixamos de fazer, somos também responsáveis pelo bem que fazemos buscando apenas um inflar egocêntrico de nossa suposta superioridade ao parecer melhor que nosso irmão. Olhe ao seu redor e veja as inúmeras possibilidades de servir. Ser útil em qualquer que seja a escala é um importante passo para nossa reparação e evolução.

Que a máxima nunca seja esquecida, toda ocupação é útil. E que sempre nos seja recordadas as palavras do Mestre Jesus: ‘Buscai e acharei” (Matheus 7:7)

Fonte: Letra Espírita 

Deixe seu comentário:

WhatsApp