QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

-->

“Estude a si mesmo, observando que o autoconhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz.” André Luiz

Como combater a inveja?

Enviado em 2 de janeiro de 2019 | Publicado por Rádio Boa Nova

invejaQuem nunca desejou melhorar se espelhando em alguém? Entretanto, devemos tomar cuidado para que essa admiração não vire inveja.  

Para a psicologia a inveja é como um câncer da humanidade, já que ela desestrutura tanto o campo emocional como o físico.

A inveja, que é um dos setes pecados capitais, é considerada também como um sentimento inferior de desejo. Já que ela é capaz de gerar mentiras, raiva, etc.

Por exemplo, quando uma pessoa é promovida no trabalho, o invejoso sente raiva, fala que isto não pode ter acontecido sem interesses próprios. Ou então, quando uma pessoa é amorosa, o invejoso é ganancioso, além de pensar somente nos bens materiais.

Outra característica do invejoso é sua energia. Geralmente, aquele que é invejoso possui energia negativa que acaba passando para o invejado e para os outros que o cercam. E ainda, ele é inseguro, desconfiado, além de querer copiar aquilo que o outro tem.

Inveja na visão espírita

A inveja diz respeito a um ressentimento profundo e hostil em relação a uma pessoa que possui algo que desejamos.

E você sabia que ela nos impede de evoluirmos tanto espiritualmente como moralmente?

A doutrina espírita nos ensina que os homens são os grandes causadores de seus sofrimentos materiais, ele também seria de seus sofrimentos morais?

Allan Kardec, em O Livro dos Espíritos, indaga aos espíritos superiores:

“Assim como, quase sempre, é o homem o causador de seus sofrimentos materiais, também o será de seus sofrimentos morais?

Resp: Mais ainda, porque os sofrimentos materiais algumas vezes independem da vontade; mas o orgulho ferido, a ambição frustrada, a ansiedade da avareza, a inveja, o ciúme, todas as paixões, numa palavra, são torturas da alma”.

E os espíritos completaram,

“A inveja e o ciúme! Felizes os que desconhecem estes dois vermes roedores! Para aquele que a inveja e o ciúme atacam, não há calma, nem repouso possíveis. À sua frente, como fantasmas lhe não dão tréguas e o perseguem até durante o sono, se levantam os objetos de sua cobiça, do seu ódio, do seu despeito. O invejoso e o ciumento vivem ardendo em contínua febre.

Já na Revista Espírita, de 1858, Allan Kardec publicou um comentário do Espírito São Luiz. Confira:

(…) seu Espírito está inquieto, sua felicidade terrestre está no auge; ele inveja o ouro, o luxo, a felicidade aparente ou fictícia de seu semelhante; seu coração está destroçado, sua alma surdamente consumida por essa luta incessante do orgulho, da vaidade não satisfeita; ele carrega consigo, em todos os instantes de sua miserável existência, uma serpente que ele reaquece, que lhe sugere, sem cessar, os mais fatais pensamentos: ‘Terei essa volúpia, essa felicidade?’ (…) E se debate sob sua impotência, vítima dos horríveis suplícios da inveja. (…)” E conclui: “(…) Fazei vossa felicidade e vosso verdadeiro tesouro sobre a Terra as obras de caridade e de submissão, as únicas que devem contribuir para serdes admitidos no seio de Deus; essas obras do bem farão vossa alegria e vossa felicidade eternas; a inveja é uma das mais feias e das mais tristes misérias do vosso globo; a caridade e a constante emissão da fé farão desaparecer todos esses males (…)”

Infelizmente, a inveja é uma realidade. Não podemos cair nesse sentimento. Deus nos fez perfeitos e iguais, Ele não valorizou ninguém e não deu vantagens para alguém.

E ainda, as encarnações são ótimas oportunidades de irmos nos aperfeiçoando.

Por isso, não devemos nos colocar em posição de vítima, devemos ir atrás do nosso melhor.

E caso você sinta inveja confira algumas dicas de como combatê-la:

  • Tenha pensamentos positivos;
  • Prece: vibre por aqueles que te desejam o mal;
  • Afasta-se de pessoas negativas;
  • Quando o outro conquistou algo, pense e faça ações para conquistar também;
  • Mude de direção: ao notar que esta seguindo em tortuosos caminhos, mude os passos;
  • Seja dedicado e se esforce!

Saiba mais sobre o assunto:

Parte 1

Parte 2

 

 

 

Por Juliana Chagas 

Jornalista e produtora da Rádio Boa Nova

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

Deixe seu comentário:

WhatsApp