QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“A felicidade pode exibir-se, passear, falar e comunicar-se na vida externa, mas reside na consciência tranquila.” André Luiz

Evangelho e Reforma Íntima

Junho Vermelho: A importância da doação de sangue

Enviado em 6 de junho de 2018 | Publicado por Rádio Boa Nova

junho vermelhoO mês de junho é marcado pelo movimento “Junho Vermelho” que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue. Este movimento é fundamental para os bancos de sangue, que nesta época do ano enfrentam baixa adesão de doadores.

Doar sangue além de você poder ajudar no mínimo quatro pessoas, é também um gesto de solidariedade, de caridade.

Requisitos para doar sangue

  • É preciso estar em boas condições de saúde, alimentado;
  • ter entre 16 e 69 anos;
  • pesar mais de 50kg;
  • levar documento de identidade original com foto

Lembre-se que se a pessoa estiver gripada ou resfriado, não deve doar temporariamente. Mesmo que tenha se recuperado, é preciso aguardar uma semana para que esteja apta à doação.

Para mais informações ligue: Alô Pró-Sangue 0800 55 0300, ou acesse: www.prosangue.gov.br, no twitter @pro_sangue ou no facebook /prosangue.

Caridade e Espiritismo

A caridade é um sentimento ou ação altruísta de ajudar alguém sem recompensa. Este ato é um notável indicador de elevação moral, além de ser uma das práticas que caracterizam a boa essência do ser humano.

Leia mais: Caridade Moral X Caridade Material

O codificador da doutrina espírita, Allan Kardec, na obra O Evangelho Segundo o Espiritismo, por meio dos espíritos superiores diz que “fora da caridade não há salvação”.

“A caridade meus amigos, se faz de muitas maneiras; podeis fazer a caridade em pensamentos, em palavras e em ações. Em pensamentos: orando pelos pobres abandonados que morreram sem ter podido mesmo ver a luz, uma prece do coração os alivia. Em palavras; dirigindo aos vossos companheiros de todos os dias alguns bons conselhos; dizei aos homens irritados pelo desespero, pelas privações, e que blasfemam do nome do altíssimo: “Eu era como vós; eu sofria, era infeliz, mas acreditei no Espiritismo, e vede, sou feliz agora”. Aos velhos que vos dirão: “É inútil; estou no fim do meu caminho; morrerei como vivi.”

Dizei a estes: “Deus tem para nós todos uma justiça igual; lembrai-vos dos trabalhadores da última hora”.

Às crianças que, já viciadas por suas companhias, vão pagar pelos caminhos prestes a sucumbirem sob as más tentações, dizei-lhes: “Deus vos vê, meus caros pequenos”, e não temeis em lhes repetir, frequentemente, essas doces palavras; elas acabarão por germinar na sua jovem inteligência, e, em lugar de pequenos vagabundos, tereis feito homens. Está aí uma caridade”. (O Evangelho Segundo o Espiritismo)

Já em O Livro dos Espíritos, Allan Kardec, indaga:

Qual a mais meritória de todas as virtudes?

Respostas : Todas as virtudes têm o seu mérito, porque todas são indícios de progresso no caminho do bem. Há virtude sempre que há resistência voluntária ao arrastamento das más tendências; mas ti sublimidade da virtude consiste no sacrifício do interesse pessoal para o bem do próximo, sem segunda intenção. A mais meritória é aquela que se baseia na caridade mais desinteressada. (Questão 893, de L.E)

Doe sangue e salva vidas! O ato de doar vai além de oferecer um pouco de nós mesmos ao próximo, é na verdade um ato de amor.

Deixe seu comentário:

WhatsApp