QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

-->

“Estude a si mesmo, observando que o autoconhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz.” André Luiz

Evangelho e Reforma Íntima

O Livro dos Espíritos – “Conhece-te a ti mesmo” por Santo Agostinho

Enviado em 13 de julho de 2018 | Publicado por Rádio Boa Nova

O Livro dos Espíritos - “Conhece-te a ti mesmo” por Santo AgostinhoSanto Agostinho, na questão 919 da obra O Livro dos Espíritos, nos convida a refletirmos sobre o conhecimento de nós mesmos. Na comunicação ele ressalta ser importante esse fator para podermos colocar em prática o processo de reforma.

Quando perguntado um meio prático para o ser humano melhorar-se, Santo Agostinho cita a frase “Conhece-te a ti mesmo”, atribuída ao filósofo grego Sócrates. No início desta comunicação, presente no Livro dos Espíritos, ele diz como conseguiu tal feito:

“Fazei o que eu fazia, quando vivi na Terra: ao fim do dia , interrogava a minha consciência, passava revista ao que fizera e perguntava a mim mesmo se não  faltara a algum dever, se ninguém tivera motivo para de mim se queixar. Foi assim que cheguei a me conhecer e a ver o que em mim precisava de reforma.”

Portanto, pare e reflita. Entenda a sua consciência, pois ela é a Justiça que te condena quando está confusa e deturpada. Perceba seus erros e proponha-se a repará-los de forma humilde, porém resiliente.

Para adquirir o autoconhecimento é necessário entender os seus desejos e os seus limites. O que realmente eu quero? O que contribuirá com a minha evolução? E dentro do livre-arbítrio, quais os limites que eu posso chegar, ou seja, o que poderá estar fazendo mal ao meu corpo, ao meu espírito e principalmente a meu irmão próximo.

Outro aspecto importante para perguntar a si mesmo é “quais são meus valores e preceitos?” A partir disso é possível entender a inclinação moral de sua escolhas e movimentar-se a mudança e reforma.

O ponto principal de como chegar a ideia da expressão “Conhece-te a ti mesmo”, abordada por Santo Agostinho no Livro dos Espíritos, é de entender a unidade e a ligação que o presente e o futuro possuem. Pois, você é senhor de si mesmo e de seu destino quando utiliza o livre-arbítrio para tomar uma decisão.

Você pode se conhecer e mudar. Está nas escolhas e em sua própria consciência a habilidade de melhorar-se. Apesar de ser um processo gradual, refletir sobre algo hoje significa não errar sobre isso amanhã. Reforme-se, “Conhece-te a ti mesmo”.

 

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Despertar da Consciência: Conhece-te a ti Mesmo


Parte 2

Parte 3

Parte 4

“O Livro dos Espíritos” – Fé e Razão – Filosofando

Parte 1

Parte 2

 

Fontes: O Livro dos Espíritos.

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

Deixe seu comentário:

WhatsApp