QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

-->

“Estude a si mesmo, observando que o autoconhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz.” André Luiz

Evangelho e Reforma Íntima

Luto e a doutrina espírita – Como lidar com a perda?

Enviado em 5 de agosto de 2019 | Publicado por Rádio Boa Nova

luto e a doutrina espíritaA vida é feita de altos e baixos, por isso, todo mundo já passou ou vai passar pela prova de perder um ente querido.

A morte é um fato certo em nossas vidas. Porém, esta ideia é apenas um fenômeno biológico. E ainda, o fato de não podermos controlar quando e como iremos morrer causa um certo pânico nas pessoas.

Luto e a doutrina espírita

O espiritismo nos ensina que, nós (espíritos encarnados), estamos no planeta Terra somente de passagem. Portanto, estamos aqui para realizarmos nossas provas, e assim, evoluir.

A doutrina ensina também que a existência de nosso espírito é eterna, e que a morte, como conhecemos é somente a passagem do plano físico para o espiritual.

Já no que diz respeito ao luto, ele é um processo de entendimento desta passagem que encerra momentaneamente o contato entre os entes queridos, entre as pessoas próximas.

Vale ressaltar que o luto existe também para o ente querido que desencarnou. Já que ele ainda está no processo da passagem, e ainda, pode ser atingido pelas ligações fluídicas de seus familiares.

Durante, o velório, que dura aproximadamente 24 horas, é possível que o encarnado se despeça do ente querido. Nele, é fundamental orar pelo desencarnado, ou seja, enviar boas vibrações, bons pensamentos.

Como lidar com a perda?

O luto e a doutrina espírita nos ajudam a entender o fenômeno da morte em um processo natural, por isso, caso sinta a necessidade de conversar, procure um especialista capacitados para te ajudar;

  • Caso sinta vontade de chorar, chore. Porém, que as lágrimas sejam de saudade, de respeito, de reconhecimento, de gratidão;
  • Não isole – mesmo sem estar à vontade para falar de seu sofrimento, busque companhia de amigos e familiares;
  • Caso pense que não viveu tudo o que gostaria. Lembre-se das leis divinas e tenha calma, pois você terá a oportunidade de vê-lo novamente. Já que temos muitas encarnações para viver ao lado de quem se ama.

Para finalizar, nós como espíritas, devemos aprender a lidar de forma natural com a morte. Tristeza e saudade só é saudável quando controlada.  Somos seres em constante aprendizado, porém, temos que entender que a morte não é o fim e sim o começo. É necessário desejar que o desencarnado tenha uma volta tranquila ao plano espiritual.

Saiba mais sobre o assunto:

Saiba mais sobre o assunto:

Parte I

Parte II

Parte III

Parte IV

Fontes: Rádio Boa Nova | TV Mundo Maior

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

Deixe seu comentário:

WhatsApp