QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“Aquele que crê em mim nunca estará sozinho.” Jesus

Evangelho e Reforma Íntima

Prece para os Momentos de Aflição – Evangelho Segundo o Espiritismo

Enviado em 7 de novembro de 2018 | Publicado por Rádio Boa Nova

Prece para os Momentos de Aflição - Evangelho Segundo o EspiritismoA prece para os momentos de aflição torna-se um grito de esperança e fé ante as dificuldades do nosso atual estágio evolutivo de provas e expiações. E é esta fé que nos sustenta para, como resignação, enfrentarmos  os momentos de sofrimento de nossa vida.

“Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados”, disse Jesus nos mostrando que sempre, mesmo nas aflições, estamos sendo olhados pela misericórdia divina. É prece para os momentos de aflições que nós, espíritos encarnados, conversamos com Deus e pedimos o seu apoio para continuarmos seguindo perseverantes.

O Evangelho Segundo o Espiritismo nos apresenta, entretanto, as aflições como sendo aprendizados necessários para a depuração moral. Muitas vezes um não de uma mãe ou de um pai carrega em si o caráter pedagógico, não punitivo. O mesmo acontece com as aflições e sofrimentos que passamos.

Não pense que Deus irá fazer desaparecer todos os sofrimentos, Ele dará a força necessária para te auxiliar. É com o seu livre-arbítrio que deverá provar sua resignação e resiliência a fim de aprender com as provas e expiações presentes no sofrimento.

Tenha sempre a certeza de que as aflições são passageiras e que elas são a oportunidade de você aprender. A fé e a esperança são a força de sustentação e a comunicação mais íntima com Deus está presente na prece para os momentos de aflição. Não tenha medo, converse com Deus.

 

Confira a prece Nas aflições da vida do Evangelho Segundo o Espiritismo:

 

Prece para os Momentos de Aflição

 

“Deus Onipotente, que vês as nossas misérias, digna-te de escutar, benevolente, a súplica que neste momento te dirijo. Se é desarrazoado o meu pedido, perdoa-me; se é justo e conveniente segundo as tuas vistas, que os bons Espíritos, executores das tuas vontades, venham em meu auxílio para que ele seja satisfeito. Como quer que seja, meu Deus, faça-se a tua vontade. Se os meus desejos não forem atendidos, é que está nos teus desígnios experimentar-me e eu me submeto sem me queixar. Faze que por isso nenhum desânimo me assalte e que nem a minha fé nem a minha resignação sofram qualquer abalo.

(Formular o pedido.) ”

 

Leia também:

 

 

Para saber mais sobre o assunto, assista:

 

Alma Querida – Sofrimento e aflições

 

 

Fonte: O Evangelho Segundo o Espiritismo – Cap V

 

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

Deixe seu comentário:

WhatsApp