QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

-->

“Estude a si mesmo, observando que o autoconhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz.” André Luiz

Evangelho e Reforma Íntima

Site de busca bloqueia pornografia infantil na internet

Enviado em 20 de novembro de 2013 | Publicado por Rádio Boa Nova

Os pedófilos que buscam imagens de crianças no Google estão com os dias contados. O presidente da maior empresa de buscas do mundo, Eric Schmidt, anunciou a aplicação de uma nova tecnologia que permitirá ao grupo bloquear um grande número de buscas de pornografia pedófila na internet.

A boa nova saiu em um artigo publicado no jornal britânico “Daily Mail”.

De acordo com Schmidt, a pornografia pedófila será expurgada dos resultados de mais de 100 mil tipos de busca, graças à nova tecnologia.

As restrições serão aplicadas inicialmente aos países de língua inglesa, mas nos próximos seis meses serão ampliadas ao restante do mundo e a outras 158 línguas.

O anúncio foi feito poucas horas antes de uma reunião sobre a segurança na internet, nesta segunda-feira, na residência do primeiro-ministro britânico David Cameron, em Downing Street.

O encontro reuniu Google, Microsoft e outras empresas de internet que buscam proteger as crianças do mundo do abuso e da violência.

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

Deixe seu comentário:

WhatsApp