QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

“A melhora de tudo para todos começa na melhora de cada um.” Emmanuel

Tipos e graus de obsessão

Enviado em 4 de setembro de 2017 | Publicado por Rádio Boa Nova

Allan Kardec, por meio do Livro dos Médiuns, disse que a obsessão é uma das maiores dificuldades que a prática espírita pode apresentar, já que ela caracteriza- se pelo “domínio que alguns Espíritos exercem sobre certas pessoas.  É praticada unicamente por Espíritos inferiores, que procuram dominar, pois os Espíritos bons não impõem nenhum constrangimento”.

A doutrina espírita nos ensina também que a obsessão é uma via de mão dupla e que está relacionada há três fatores, são eles:

  • falta moral ou comportamento social com o bem;
  • distúrbios mentais (desarmonia mental/psíquica);
  • lesões físicas que afetam estruturas ou órgãos relacionadas ao raciocínio, à emoção, etc

E ainda, muitas pessoas quando ouvem a palavra “obsessão”, pensam na ideia de que espíritos desencarnados perseguem os encarnados. Porém, muitas vezes o espírito desencarnado tem como objetivo proteger a “vítima”.

Já em relação ao assédio obsessivo ele está ligado a várias questões, por exemplo, no momento em que uma das partes decide melhorar e a outra não consegue acompanhar, acaba fazendo de tudo para atrapalhar.

A obsessão comporta vários graus e tipos de expressão, são eles:

Tipos

Geralmente este tipo ocorrem entre espíritos que habitam um mundo de provas e expiações, como por exemplo, a Terra.

  • Obsessão de desencarnado para desencarnado

São espíritos desencarnados que dominam outros desencarnados, são dramas que se desenrolam tanto na Terra quanto no Plano Espiritual Inferior.

Este tipo está ligado às expressões de amor egoísta e possessivos daqueles que ainda estão encarnados e que não aceitam a desencarnação, e por isso, ficam pensando naquele que desencarnou.

  • Desencarnado para encarnado

É o domínio de um desencarnado sobre um encarnado no plano físico. Pode-se citar como exemplos: ciúme, fanatismo, dominação, etc.

  • Obsessão recíproca

Ocorre quando dois espíritos passam a viver em regime de comunhão de pensamentos e vibrações. São espíritos que nutrem um ódio pelo outros, com isso, acabam ficando egoístas.

  • Auto-obsessão

Este tipo de obsessão pode gerar vários distúrbios psicológico. E ela ocorre quando o espírito atormenta a si mesmo, através de pensamentos dos quais não consegue livrar-se.

Graus de obsessão

  • Obsessão simples

Acontece quando um ou mais espíritos influenciam a mente do médium com suas ideias, porém o médium percebe. Este tipo de obsessão pode causar constrangimento quando um médium com menos experiência expressão de modo desavisado pensamentos que não são seus.

  • Fascinação

Este tipo de obsessão ocorre quando há uma ação direta do pensamento de um espírito sobre a mente de um médium e este aceita tudo o que é passado com a mais pura verdade.

  • Subjugação

Acontece quando o médium passar a agir como “marionete” dos espíritos, por conta da forte influência.

Fontes: FEB | Wikipedia | Associação Espírita de Caridade André Luiz

 

 

Por Juliana Chagas 

Jornalista e produtora da Rádio Boa Nova

Deixe seu comentário:

WhatsApp