Evangelização infantil: qual a sua importância?

evangelização infantilA evangelização infantil diz respeito a toda atividade que é voltada ao estudo a doutrina espírita e vivência do Evangelho de Jesus às crianças e adolescentes.

E a prática de evangelização diz respeito à formação moral dos frequentadores, e por isso, é de extrema importância nas casas espíritas.

O período infantil é aquele em que melhor se aprende. E ainda, o espiritismo nos ensina que a criança é um Espírito reencarnado, uma alma que recomeça uma nova experiência.

E como é um ser espiritual, acaba trazendo experiências acumuladas em sua trajetória evolutiva. Com isso, tanto no corpo como fora dele, continua o seu aperfeiçoamento e à sua caminhada na conquista da felicidade.

Com isso, um dos principais objetivos da evangelização infantil é reeducar a criança. Os espíritos superiores, por meio de Allan Kardec, em O Livro dos Espíritos, diz:

“Nessa fase é que se lhe pode reformar os caracteres e reprimir os maus pendores” Allan Kardec (questão 385).

Importância da evangelização infantil

Evangelizar significa preparar o ser humano para enfrentar todas as adversidades da vida, e ainda, é um dos meios de cultivar no Espírito da criança a aquisição moral e o saber, para que assim, ele passe a conhecer a si mesmo e estar situado no Universo como colaborador da Divindade Suprema.

Sabemos que as crianças são os sorrisos futuros, por isso, a evangelização é a máxima da importância. Já que a infância de hoje é o elemento social do futuro.

Uma criança que não é compreendida, pode no futuro ser violenta, traumatizada. Lembre-se que a criança é como uma sementeira, em que conforme a qualidade da semente, teremos a colheita.

Doutrina Espírita

O espiritismo diz respeito a mensagem restauradora do pensamento de Jesus em forma com as conquistas do conhecimento moderno.

E ainda, Joanna de Ângelis, faz um alerta em relação aos pais. Segundo a mentora espiritual de Divaldo Franco, os pais possuem também condições de orientadores, por isso, devem se preocupar em oferecer aos filhos: a manutenção da vida; encaminhá-los na profissão que desejarem ; atendê-los com a melhor diretriz para uma vida digna e espiritual segura, etc.

E o chamado evangelizar deve continuar os trabalhos dos pais. Além de seguir os ensinamentos de Jesus.

Fontes: Rádio Boa Nova | Instituto Chico Xavier

 

 

 

Por Juliana Chagas 

Jornalista e produtora da Rádio Boa Nova

deixe um comentário

WhatsApp chat