Existe vida após a morte?

Existe vida a após a morte?

Nós, espíritas, acreditamos que a morte física não existe, o que ocorre é somente a morte do corpo físico. De acordo com Celina Sobral, no programa Sem Dúvida, da TV Mundo Maior, existe muita vida após a morte. 

A vida continua abundante após o desencarne porque não existe aquele traçado final, de dizer assim: ‘olha, agora acabou!’

Para completar, a comunicadora disse ainda que a doutrina espírita tem um papel extremamente importante. Já que ela nos ensina a respeito da continuação da vida, sobre as terapias de vidas passadas, experiências de outras vidas, etc. 

A partir disso, perguntamos: Para onde vamos quando desencarnamos?

O espiritismo nos ensina também que vamos para colônias espirituais, local, onde os espíritos buscam o aprimoramento espiritual e a evolução, assim como, a preparação para novas oportunidades. 

E o que acontece na vida após a morte? Encontramos com entes queridos?

Segundo André Marouço no programa Boletim, pode ser que sim e que não. O comunicador fala que na maior parte das vezes somos recebidos por aqueles que nos amam e que nos antecederam no retorno ao lar verdadeiro. Mas, nem sempre damos conta que eles estão ali. 

André completou:

Se não tivermos as preocupações para com as questões espirituais, se não buscarmos sermos éticos na maior parte das nossas atitudes é bem provável que nós cheguemos na espiritualidade ou não sabendo ou não se dando conta da nova situação que nos encontramos. 

Outra questão que é muito questionado em relação à vida após a morte é o umbral. Todos nós vamos passar pelo umbral?

Antes de mais nada, vamos relembrar que para muitas pessoas o umbral, é um local de sofrimento. Para completar, elas o definem como um purgatório, como inferno. 

Para André Marouço, a questão do umbral é muito mal compreendida. 

O umbral se nós formos buscar o significado, ele vem de uma linha divisória. Por exemplo, quando nós estamos passando por uma porta, nós estamos passando pelo umbral (a porta é o umbral). Nesta visão, todos nós passaremos por um umbral, nós estamos passando da vida física para a espiritual. 

Já em relação ao que as pessoas acham que é o umbral, um local de sofrimento, semelhante ao purgatório. Isso é somente uma situação psicológica. 

André completou:

A criatura que desencarna em um grande crise neurótica, depressiva, vai continuar na espiritualidade com os mesmos pensamentos, sentimentos. Então, na espiritualidade, como as questões ganham uma certa amplitude, aquilo que é as impressões acerca da vida, de que o mundo não vale a pena, de que nada está certo, vai criar cenários de pesadelos. E ainda, a criatura vai creer que estão em um ambiente físico, quando na verdade a confusão é mental. 

Para completar o assunto a respeito do umbral, a comunicadora Celina Sobral, disse que tudo vai de acordo com a afinidade, com a sintonia espiritual da pessoa. Ou seja, se a pessoa está presa a muito sentimentos negativos, ela irá atrair outros que possuem os mesmos sentimento. 

Por isso, temos que ter a melhor encarnação possível, temos que cuidar de nós próprios, daqueles que nos cercam. Praticar sempre o bem, evitar julgamentos, ódio, vingança. Temos sempre que deixar boas impressões. 

Quer saber mais sobre a vida após a morte? Confira agora o programa Boletim:

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

leave a reply

WhatsApp chat