Expiações Terrenas – Os ensinamentos da criança número 4

Expiações Terrenas - Os ensinamentos da criança número 4As encarnações que vivenciamos sãos as nossas Expiações em busca do aperfeiçoamento moral. Assim como uma sala de aula, enquanto aprendemos e nos melhoramos temos a oportunidade de ensinar a nossos irmãos.

Um relato da obra O Céu e o Inferno foi a inspiração para reflexões acerca de nossas encarnações. Fazemo-nos, portanto, a seguinte pergunta:

Nós agradecemos diariamente todas as graças concebidas por Deus?

De certo que não. E geralmente a nossa maior desculpa é o Tempo, tempo este mal aproveitado. Devemos nos religar a Deus a partir de nosso próprio íntimo, não necessariamente por uma religião ou outra.

A criança número 4, descrito na obra de Allan Kardec, era Marcel, uma inspiração para nossas vidas, pois tinha a chamada Alegria de Viver. Esta encontramos presente em Deus e na gratidão por todas as oportunidades, como as Expiações.

Marcel era uma criança com a saúde frágil, acamado, sem movimentos, praticamente esperando a morte. Sua crença em Deus lhe ofertava  a paciência e a resignação necessárias para aprender.

Com a companhia de seu médico, Marcel obteve carinho e alguém com que pudesse contar vez ou outro. Marcel suportou todas as dores físicas e sofrimentos causados por tais Expiações.

Porém, não fora apenas os remédios que o fizeram cumprir com rigor esta sua encarnação. Deus estava presente no espírito daquela criança e foi esta fé que lhe serviu de suporte até seu último suspiro como Marcel.

As Expiações, como podemos imaginar, são de algumas de suas vidas passadas, e estão descritas na obra. A reflexão na qual devemos prestar a devida atenção é a seguinte: sempre tenha Deus contigo e lembre-se de que, com ele qualquer sofrimento pode e será superado.

Sob a Lei de Causa e Efeito sabemos que tais Expiações tiverem suas devidas causas em vidas outrora, portanto, não lamente o que possivelmente você plantou. Enfrente com resiliência e resignação todas as graças de sua encarnação, inclusive aquelas que te fazem sofrer, e assim como o menino Marcel, você receberá o auxílio da espiritualidade.

Tenha em si o compromisso de aprender e ensinar. Talvez o ensinar seja uma das tarefas mais difíceis, pois já necessário ter tais conhecimentos. Mas lembra-se, aquele que sofre aprende e ensina e com isso depura sua moral a fim de alcançar sua evolução e a graça de Deus.

 

Para saber mais sobre o assunto, assista:

 

Mundos de Expiações e de Provas | Espiritismo sem Mistério

 

Parte 1

 

 

 

Parte 2

 

 

 

Parte 3

 

 

Parte 4

 

 

 

 

Fontes: O Céu e o Inferno, cap. VIII.

 

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

leave a reply

WhatsApp chat