FEAL firma parceria com UFJF para ampliar o trabalho de resgate à memória do Espiritismo 

Dando continuidade ao trabalho de preservação e resgate do acervo original de Allan Kardec,  a FEAL (Fundação Espírita André Luiz) vem desenvolvendo desde outubro de 2018 o Projeto Cartas de Kardec para recuperar e preservar a verdadeira história do Espiritismo. Em 2020 mais um passo importante está sendo dado na preservação da memória espírita, agora no meio acadêmico e científico.

Trata-se de uma parceria da Fundação Espírita André Luiz com o Núcleo de Pesquisa em Espiritualidade e Saúde da Universidade Federal de Juiz de Fora, que lançará dia 1º de setembro o Portal Projeto Allan Kardec, um portal de trabalho acadêmico que reunirá documentos de Allan Kardec espalhados pelo mundo. 

Para compor seu acervo digital, a Universidade contará com o acervo de mais de mil manuscritos digitalizados disponibilizados pelo acervo do Centro de Documentação e Obras Raras da Fundação Espírita André Luiz, material coletado na França pelo pesquisador brasileiro, dr. Silvino Canuto de Abreu, em meados do século vinte e que atualmente está sob a tutela do Centro de Documentação e Obras Raras da Fundação Espírita André Luiz. O portal vai disponibilizar inicialmente 50 manuscritos do acervo em sua inauguração, e à partir daí progressivamente acrescentará novos documentos.

O Projeto Allan Kardec, da Universidade Federal de Juiz de Fora, reúne 13 pesquisadores de diversas universidades, entre elas a própria universidade, o  ITA, Unicamp e Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais, além de mais de 20 colaboradores.

O evento de lançamento do portal será online, na próxima terça-feira e contará com apresentação de estudos acadêmicos e também serão apresentados o site e suas funcionalidades. Ao término do evento, o portal ficará disponível ao público.

A proposta dessa parceria é que esse rico material de estudo que traz as ideias originais de Allan Kardec possa chegar ainda mais longe, ajudando pesquisadores, cientistas e também aqueles que desejam conhecer com mais profundidade as bases dos ensinamentos espíritas amplamente alicerçados na ciência. 

O evento de lançamento poderá ser acompanhado ao vivo dia 1º de setembro, às 19h pela TV Mundo Maior e a Rádio Boa Nova. Acesse: www.tvmundomaior.com.brwww.radioboanova.com.br

Relembrando a trajetória do trabalho de resgate ao Espiritismo realizado pela Fundação Espírita André Luiz

Em outubro de 2018, iniciamos o projeto Cartas de Kardec, que contou com a colaboração financeira de apoiadores pela plataforma de crowdfunding, o Catarse. 

Naquele ano a FEAL  firmou  parceria com o Instituto Canuto Abreu para a guarda dos manuscritos , livros e diversos materiais que o pesquisador espírita, farmacêutico, médico e advogado, Dr. Silvino Canuto de Abreu (1892-1980) percorreu o mundo por anos criando um acervo que conta a história do Espiritismo.

Nossa campanha no Catarse não atingiu a meta final de financiamento coletivo, que era de R$ 500.000,00, chegamos na marca inicial de R$ 148.949,00 com a colaboração de 756 pessoas.

Mas o trabalho começou e nunca parou, além dos valores recebidos pela campanha, a FEAL realizou investimentos em equipamentos e profissionais, totalizando nestes anos uma despesa de mais de R$ 525.000,00.

E dos manuscritos de Allan Kardec atualmente temos 1.142 documentos, todos 100% higienizados, digitalizados, catalogados e acondicionados de forma correta para conservação. Destes documentos 93% constam com transcrição e 32% além da transcrição, constam também com a tradução.

E  o acervo ainda tem grande   potencial de crescimento pois ainda existem centenas de arquivos que estão sendo catalogados e com teor ainda desconhecido. 

A validação da transcrição e tradução está sendo realizada pela equipe acadêmica que faz parte do Centro de Documentação e Obras Raras da FEAL. O grande desejo, inicialmente de Canuto, e agora da FEAL, sempre foi disponibilizar este conteúdo, de forma digital e de acesso a todos. 

Além dos manuscritos originais de Allan Kardec, arquivos inéditos originais do acervo de Chico Xavier, bem como documentos pessoais do médium mineiro foram confiados para digitalização e farão parte do Centro de Documentação e Obras Raras da Fundação Espírita André Luiz.

O compromisso da Fundação Espírita André Luiz é que essa memória espírita seja preservada e outras gerações possam também ter acesso a todo esse conhecimento que amplia horizontes, levando consolo e esclarecimento sobre a verdadeira Doutrina Espírita e suas ideias renovadoras. 

leave a reply

WhatsApp chat